Saltar para o conteúdo
Content ID: PR_WCS01_UCM01004086

Grupo BPI

Grupo BPI

Conheça a estrutura acionista do Banco BPI.

Accionistas

 

 

 

O capital social do Banco BPI, de 1 293 M.€, é constituído por 1 457 milhões de acções ordinárias nominativas e escriturais, sem valor nominal. As acções encontram-se admitidas, na totalidade, à negociação no mercado da Euronext.

 No dia 8 de Fevereiro de 2017 foram apurados os resultados da Oferta Pública de Aquisição do CaixaBank, S.A. sobre as acções do Banco BPI, S.A. As posições accionistas superiores a 2% do capital passaram a ser as que se apresentam no quadro seguinte:

Posições accionistas superiores a 2% do capital do Banco BPI
Em 13 de Fevereiro de 2017 

Acionistas Nº de ações % capital detido
CaixaBank, S.A. 1 231 250 696 84.510%8
Allianz SE 122 744 370 8.425%5

Fonte: Informação recebida da Central de Valores Mobiliários (CVM) relativa às posições accionistas registadas a 13 de Fevereiro de 2017 na Central e informação pública divulgada ao mercado.


1 A participação detida através da Caixabank, S.A., é ainda imputável à Criteria Caixa, S.A.U., que era detentora de 40% dos direitos de voto do Caixabank, S.A. de acordo com comunicação ao mercado de 14 de Fevereiro de 2017, a qual é por sua vez dominada pela Fundación Bancaria Caixa d´Estalvis i Pensions de Barcelona, "La Caixa", titular de 100% dos respectivos direitos de voto, nos termos do artigo 20.º, n.º 1, alínea b), do CVM.
2 Participação indirecta detida por subsidiárias dominadas pela Allianz SE, holding do Grupo Allianz, e imputável aquela entidade nos termos da alínea b) do n.º 1 do artigo 20ª do CVM: participação directa de 8.275% detida pela Allianz Europe Ltd. (detida a 100% pela Allianz SE) e participação directa de 0.150% detida pela Companhia de Seguros Allianz Portugal (detida a 65% pela Allianz SE).

 

A 13 de Fevereiro de 2017, o capital do Banco BPI era detido por 12 106 Accionistas, dos quais 11 825 eram particulares e estavam na posse de 4.7% do capital, enquanto 281 pertenciam às classes dos investidores institucionais e das empresas e detinham 95.3% do capital.

 1 O saldo de acções próprias no final de Dezembro de 2016 não inclui:

  • 168 917 acções atribuídas sob condição resolutiva no âmbito do RVA mas ainda não disponibilizadas. A transmissão da propriedade das acções atribuídas, no âmbito do programa RVA, é integralmente efectuada na data de atribuição, mas a disponibilização está dependente da permanência dos Colaboradores no Grupo BPI, pelo que para efeitos contabilísticos, as acções permanecem na carteira de acções próprias do Banco BPI até à data da disponibilização.
  • 148 538 acções detidas nas carteiras de activos de seguros de capitalização unit links geridos pela BPI Vida e Pensões.

2 Os Accionistas reunidos em Assembleia Geral em 21 de Setembro de 2016 aprovaram a eliminação da regra estatutária então vigente de limitação à contagem de votos.
3 A participação detida através da CaixaBank, S.A., é ainda imputável, a 31 de Dezembro de 2016, à Criteria Caixa, S.A.U., detentora de 45.32% do CaixaBank, a qual é por sua vez integralmente dominada pela Fundación Bancaria la Caixa. 
4 Participação directamente detida pela Santoro Finance – Prestação de Serviços, S.A. ("Santoro Finance"), e imputável, nos termos da alínea b) do n.º 1 do artigo 20 do CVM, à Santoro Financial Holdings, SGPS ("Santoro"), por deter a totalidade do capital da Santoro Finance, e à Senhora Engenheira Isabel José dos Santos, na qualidade de accionista da Santoro Financial Holdings, SGPS.
5 Participação indirecta detida por subsidiárias dominadas pela Allianz SE, holding do Grupo Allianz, e imputável aquela entidade nos termos da alínea b) do n.º 1 do artigo 20.ª do CVM: participação directa de 8.275% detida pela Allianz Europe Ltd. (detida a 100% pela Allianz SE) e participação directa de 0.150% detida pela Companhia de Seguros Allianz Portugal (detida a 65% pela Allianz SE).
6 Participação imputável à HVF – SGPS, S.A. que detém integralmente o capital da Violas Ferreira Financial, S.A. Inclui 227 273 acções detidas por Edgar Alves Ferreira (0.016% do capital do Banco BPI), Vogal do Conselho de Administração da sociedade HVF – SGPS, S.A. e da Violas Ferreira Financial, S.A.
7 Participação de acordo com o comunicado enviado pelo Banco BIC ao Banco BPI no dia 26 de Fevereiro de 2016 e comunicado ao mercado na mesma data. Inclui 27 646 900 acções detidas directamente pelo Banco BIC, S.A. (1.90% do capital do Banco BPI) e, nos termos do disposto na alínea d) do n.º 1 do artigo 20 do CVM, inclui 5 634 822 acções detidas por Fernando Leonidio Mendes Teles (0.387% do capital do capital do Banco BPI) e 1 650 acções detidas por Fernando José Aleixo Duarte, respectivamente, Presidente do Conselho de Administração e Administrador do Banco BIC. De acordo com o comunicado emitido a 2 de Março de 2016, o Banco BIC informou que a ultrapassagem do limite de 2% ocorreu no dia 11 de Abril de 2013, na sequência da aquisição de 612 182 acções do Banco BPI pelo Banco BIC. Em resultado dessa aquisição, o Banco BIC passou a ser titular de 26 569 873 acções do Banco BPI (1.912% do capital). De entre os seus administradores, o Presidente do Conselho de Administração, Fernando Leonidio Mendes Teles, era nessa data titular de 1 752 722 acções do Banco BPI (0.126% do capital).
8 A participação detida através da Caixabank, S.A., é ainda imputável à Criteria Caixa, S.A.U., que era detentora de 40% dos direitos de voto do Caixabank, S.A. de acordo com comunicação ao mercado de 14 de Fevereiro de 2017, a qual é por sua vez integralmente dominada pela Fundación Fundación Bancaria la Caixa.