Saltar para o conteúdo
Content ID: PR_WCS01_UCM01004086

Grupo BPI

Grupo BPI

Conheça a estrutura acionista do Banco BPI.

Accionistas

O capital social do Banco BPI, de 1 293 M.€, é constituído por 1 457 milhões de acções ordinárias nominativas e escriturais, sem valor nominal. As acções encontram-se admitidas, na totalidade, à negociação no mercado da Euronext.

No dia 8 de Fevereiro de 2017 foram apurados os resultados da Oferta Pública de Aquisição do CaixaBank, S.A. sobre as acções do Banco BPI, S.A. As posições accionistas superiores a 2% do capital passaram a ser as que se apresentam no quadro seguinte:

Posições accionistas superiores a 2% do capital do Banco BPI
Em 13 de Fevereiro de 2017 

Acionistas Nº de ações % capital detido
CaixaBank, S.A. 1 231 250 696 84.510%1
Allianz SE 122 744 370 8.425%2

Fonte: Informação recebida da Central de Valores Mobiliários (CVM) relativa às posições accionistas registadas a 13 de Fevereiro de 2017 na Central e informação pública divulgada ao mercado.


1 A participação detida através da Caixabank, S.A., é ainda imputável à Criteria Caixa, S.A.U., que era detentora de 40% dos direitos de voto do Caixabank, S.A. de acordo com comunicação ao mercado de 14 de Fevereiro de 2017, a qual é por sua vez dominada pela Fundación Bancaria Caixa d´Estalvis i Pensions de Barcelona, "La Caixa", titular de 100% dos respectivos direitos de voto, nos termos do artigo 20.º, n.º 1, alínea b), do CVM.
2 Participação indirecta detida por subsidiárias dominadas pela Allianz SE, holding do Grupo Allianz, e imputável aquela entidade nos termos da alínea b) do n.º 1 do artigo 20ª do CVM: participação directa de 8.275% detida pela Allianz Europe Ltd. (detida a 100% pela Allianz SE) e participação directa de 0.150% detida pela Companhia de Seguros Allianz Portugal (detida a 65% pela Allianz SE).

 

A 13 de Fevereiro de 2017, o capital do Banco BPI era detido por 12 106 Accionistas, dos quais 11 825 eram particulares e estavam na posse de 4.7% do capital, enquanto 281 pertenciam às classes dos investidores institucionais e das empresas e detinham 95.3% do capital.