Linha de Apoio à Economia Covid -19 - Empresas Exportadoras da Indústria e do Turismo - Empresas de Montagem de Eventos

Partilhe    

O BPI, o IAPMEI, o COMPETE e o Banco Português de Fomento apoiam o emprego e a manutenção dos postos de trabalhos das empresas exportadoras dos setores da indústria e do turismo e de montagem de eventos, com o objetivo de facilitar o acesso a crédito em condições mais vantajosas a estas entidades.

Enquadramento

A Linha de Apoio à Economia Covid -19 | Empresas Exportadoras da Indústria e do Turismo | Empresas de Montagem de Eventos é garantida, com dotação global de 1.100 milhões de euros (1050 milhões de euros para as empresas exportadoras e 50 milhões de euros para as empresas de montagem de eventos. 

Estas linhas surgem na sequência da atual situação socioeconómica e tem como objetivos apoiar a manutenção do emprego e reforçar os mecanismos de apoio à tesouraria destas empresas (fortemente exportadoras e que desenvolvem o essencial da sua atividade no fornecimento de serviços e bens específicos para apoio à realização de eventos culturais, festivos, desportivos ou corporativos).

O prazo de vigência da linha é até 30 de junho de 2021.

Vantagens
  • Acesso a crédito em condições protocoladas mais vantajosas;
  • Possibilidade de conversão de 20% do crédito concedido em subsídio a fundo perdido, no caso de manutenção de postos de trabalho, com base na última folha de salários da SS – manutenção do emprego nos 12 meses subsequentes à contratação;
  • Sem necessidade de prestar garantias adicionais, para além da garantia prestado pelo Sistema de garantia mútua;
  • A garantia a prestar pelo FCGM é uma garantia de carteira, assegurando uma cobertura de 90% do capital de cada um dos empréstimos garantidos no caso de Micro e Pequenas Empresas, e de 80% no caso de Médias Empresas, Small Mid Cap e Mid Cap.
Beneficiários
  • Micro, Pequenas e Médias Empresas (PME), tal como definido na Recomendação 2003/361/CE da Comissão Europeia, certificadas pela Declaração Eletrónica do IAPMEI;
  • Small Mid Cap e Mid Cap, como definido no Decreto-Lei n.º 81/2017, de 30 de junho.

Estas empresas deverão ter atividade em território nacional continental, desenvolverem atividade constante das listas de CAE Elegíveis e cumprirem, cumulativamente, os requisitos de elegibilidade.

Operações Elegíveis

Tipo de operações/financiamento

  • Empréstimos de curto, médio e longo prazo.

Operações elegíveis

  • Operações destinadas exclusivamente ao financiamento de necessidades de tesouraria.
Operações Elegíveis

Montante máximo financiamento por empresa: 4.000 euros por posto de trabalho.

Prazo
  • Prazo máximo: até 6 anos;
  • Carência de Capital: até 12 meses.
Garantias
  • Garantia autónoma à primeira solicitação prestada pelo Fundo de Contragarantia Mútuo (FCGM) destinada a garantir:
    - 90% do capital de cada um dos empréstimos garantidos no caso de Micro e Pequenas Empresas;
    - 80% no caso de Médias Empresas, Small Mid Cap e Mid Cap.
  • Não poderá ser exigido ao Cliente qualquer tipo de aval ou garantia complementar (pessoal ou patrimonial). Apenas poderá ser exigida entrega da livrança subscrita pelo Cliente.

 

Para mais informações, contacte qualquer Balcão ou Centro de Empresas e Institucionais ou consulte bancobpi.pt/empresas.

Logos_rodape_LAE_Agencias_viagens_OpTuristicos

Notas

A presente informação tem natureza publicitária e não dispensa a consulta de informação pré-contratual e contratual legalmente exigida, não constituindo uma proposta contratual.

Contratação sujeita a aprovação prévia das entidades envolvidas e sujeita às condições definidas em função do perfil de risco para cada operação.