Saltar para o conteúdo
Content ID: PR_WCS01_UCM01151690

Linha de Crédito Investe RAM COVID-19 - Fase II

O BPI, o IDE-RAM e as Sociedades de Garantia Mútua disponibilizam a Linha de Crédito Investe RAM COVID-19 - Fase II, com uma dotação global de 100 milhões de euros, aplicável à generalidade das atividades económicas.

Banco BPI | Linha de Crédito Investe RAM COVID-19

Banco BPI | Linha de Crédito Investe RAM COVID-19

Linha de Crédito com uma dotação global de 100 milhões de euros, aplicável à generalidade das atividades económicas.

Enquadramento

A linha de crédito Investe RAM COVID-19 visa apoiar a tesouraria das empresas da Região Autónoma da Madeira afetadas pelo surto do novo Coronavírus (COVID-19).

No sentido de maximizar a utilização dos fundos disponíveis, foi decidido encerrar as candidaturas, nas condições atuais, a 15 de outubro, encerrando a Fase I desta Linha e estabelecer uma Fase II.

As condições da fase I foram válidas até dia 15 de Outubro de 2020 e apenas foram passiveis de análise as candidaturas rececionadas, no endereço de correio eletrónico da Entidade Gestora da Linha (EGL), até às 17h desse dia.

A dotação global da linha é de 100 milhões de euros, deduzido do montante dos enquadramentos entretanto realizados na Fase I da Linha.

A partir do dia 16 de outubro de 2020, as condições aqui previstas serão as que vigoram.

O prazo de vigência da linha será até 31 de dezembro de 2020, podendo ser prorrogado por indicação da entidade gestora da Linha.

Vantagens

  • Bonificação integral de juros.
  • Isenção total de comissões bancárias.
  • Bonificação integral da comissão de garantia.
  • Possibilidade de conversão do empréstimo (total ou parcialmente) em valor não reembolsável.
  • Aceder a crédito em condições protocoladas, mais vantajosas.
  • Prazo das operações até 5 anos.
  • Prazo de carência de capital até 18 meses.
  • Acessível a todos os setores económicos.

Beneficiários

Preferencialmente Micro, Pequenas e Médias Empresas (PME), tal como definido na Recomendação 2003/361/CE da Comissão Europeia, com certificação PME obtida através do site http://www.ideram.pt, que desenvolvam atividade enquadrada na lista de CAE em anexo, que cumpram cumulativamente os seguintes requisitos: 

  • Localizar-se na Região Autónoma da Madeira (estabelecimento e sede);
  • Tenham uma candidatura submetida até às 17h00 do dia 15 de outubro de 2020 e aceite pela Entidade Gestora da Linha até às 23h59m desse mesmo dia, no âmbito da Linha de Crédito Investe RAM COVID-19 (fase I);
  • Não ter dívidas a entidades pagadoras de apoios financeiros, atestando através de declaração de compromisso da empresa;
  • Não ter incidentes não regularizados junto da Banca e do Sistema de Garantia Mútua, à data da emissão de contratação;
  • Apresentar situação regularizada junto da Administração Fiscal e Segurança Social - devendo para o efeito e ao longo do prazo de vigência do contrato de financiamento dar ao IDE-RAM autorização para consulta on-line;
  • Dispor de contabilidade organizada nos termos do Sistema de Normalização Contabilística – SNC;
  • Manter os postos de trabalho permanentes* nos termos da declaração de compromisso anexa;
  • Apresentar declaração do Contabilista Certificado ou ROC, aqui presente;
  • Apresentar uma situação líquida positiva no último balanço aprovado ou em balanço intercalar até à data da respetiva candidatura. Este requisito não se aplica a empresas cuja atividade se tenha iniciado há menos de 12 meses, contados desde a data da respetiva candidatura.

* Entende-se como posto de trabalho permanente, aquele que é relativo ao trabalhador efetivo ou sem termo.

Montante

Montante Máximo dos Financiamentos por Empresa

O montante de cada operação corresponde ao mesmo valor aprovado por empresa, no âmbito da Linha de Crédito Investe RAM COVID-19 (Fase I).

Prazo

  • Prazo máximo: 5 anos
  • Prazo de carência máximo: 18 meses
  • Prazo de utilização máximo: 6 meses

Garantias

Garantia autónoma, à primeira solicitação, prestada pela Sociedade de Garantia Mútua (SGM) de até 80%, destinada a garantir o capital em dívida em cada momento do tempo.

O Banco poderá exigir ao Cliente outros colaterais de âmbito pessoal, devendo promover a sua constituição em pari passu a favor das SGM e da Entidade Gestora da Linha, para garantia:

  • do bom cumprimento das responsabilidades que, para a empresa beneficiária, emergem da concessão do financiamento;
  • da prestação da garantia autónoma; e
  • para efeitos de recuperação de montantes bonificados, em caso de caducidade da bonificação, utilizando-se, para este efeito, sempre que for esse o caso, as minutas acordadas entre o Banco e as SGM.

 Para mais informações, contacte qualquer Balcão ou Centro de Empresas e Institucionais ou consulte bancobpi.pt/empresas.

460x97_Logos_Linha_Invest_RAM_COVID19

Notas

A presente informação tem natureza publicitária e não dispensa a consulta de informação pré-contratual e contratual legalmente exigida, não constituindo uma proposta contratual.

Contratação sujeita a aprovação prévia das entidades envolvidas e sujeita às condições definidas em função do perfil de risco para cada operação.