Saltar para o conteúdo
Content ID: PR_WCS01_UCM01135897

Fundação "la Caixa" reforça em 300 mil euros o apoio à Rede de Emergência Alimentar e aumenta o total para 1,7 milhões de euros

Fundação

Fundação "la Caixa" e BPI contribuíram com 500 mil euros. Campanha foi apoiada pela RTP e por um conjunto alargado de Particulares, Empresas e Instituições.

Fundação "la Caixa" reforça em 300 mil euros o apoio à Rede de Emergência Alimentar e aumenta o total para 1,7 milhões de euros

720x376_EA_obrigado2

  • Fundação "la Caixa" e BPI contribuíram com 500 mil euros
  • Campanha foi apoiada pela RTP e por um conjunto alargado de Particulares, Empresas e Instituições

A Fundação "la Caixa" anunciou hoje que reforçou em 300 mil euros o apoio à Rede de Emergência Alimentar, aumentando para 400 mil euros o seu donativo. Em conjunto, a Fundação e o BPI deram um contributo de meio milhão de euros para a campanha de Emergência Alimentar, que se destina a assegurar a distribuição de produtos alimentares básicos ou refeições confecionadas a Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS).

Com esta contribuição final, a campanha promovida pelo BPI | Fundação "la Caixa" e a RTP angariou um total de 1,7 milhões de euros em donativos de particulares, empresas e instituições para a Rede de Emergência Alimentar, desenvolvida pela ENTRAJUDA com a Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares.

Artur Santos Silva, presidente honorário do BPI e curador da Fundação "la Caixa" em Portugal, explica que "a atual crise veio acentuar as desigualdades em relação aos grupos mais vulneráveis. Desde a primeira hora, o BPI e a Fundação "la Caixa" têm estado empenhados em cooperar com a ENTRAJUDA e em mobilizar a sociedade civil para apoiar a Rede de Emergência Alimentar. As pessoas e, em particular, as crianças, que estão a passar mal não podem esperar pela recuperação da economia. Este é o momento de atuar e reforçar a coesão social", justificou.

Isabel Jonet, presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome e da ENTRAJUDA, congratula-se com "o enorme espírito solidário da sociedade portuguesa que, uma vez mais, se mobilizou para apoiar famílias com carências em todo o país. Em muitos casos são famílias que, de um momento para o outro, ficaram sem recursos e com grandes dificuldades em aceder à alimentação básica. Temos de agradecer todo o apoio que o BPI e a Fundação "la Caixa" têm vindo a dar a este projeto, não só através do seu próprio donativo, mas também apelando à participação de muitas outras pessoas e entidades".

Para além do BPI | Fundação "la Caixa" contribuíram para esta iniciativa a TEAK Capital (holding da família de Carlos Moreira da Silva), a Fundação Calouste Gulbenkian, o Banco de Desenvolvimento da América Latina, a Tabaqueira e o Esporão. A Federação Portuguesa de Futebol e a Fundação do Futebol também se associaram promovendo a sua divulgação. A campanha foi desenvolvida pela agência de publicidade Winicio e as operadoras Meo, Nos e Vodafone abdicaram de qualquer receita da linha de valor acrescentado para angariação de donativos, em favor da Rede de Emergência Alimentar.

BPI e Fundação "la Caixa" com orçamento de 30 milhões de euros para Portugal

Apesar da crise sanitária, a Fundação "la Caixa", em associação com o BPI, manteve todos os seus programas previstos para 2020, que contam com um orçamento total de 30 milhões de euros, com uma fatia considerável destinada ao financiamento de projetos do setor social.

Desde o início da crise sanitária, o BPI e a Fundação "la Caixa", em associação com outras instituições, têm vindo a apoiar diversas iniciativas de combate aos efeitos da pandemia, nomeadamente avançando com a distribuição de mais meio milhar de tablets a instituições de saúde para facilitar a comunicação com doentes internados e financiando o desenvolvimento de um projeto de produção de um ventilador português.

As duas entidades estabeleceram um acordo de colaboração para o desenvolvimento de projetos de carácter social e cultural em Portugal após a entrada do BPI no grupo CaixaBank.

 

720x73_emergencia_alimentar_footer2