Saltar para o conteúdo
Content ID:

Banco BPI | Política de Responsabilidade Social do BPI

Banco BPI | Política de Responsabilidade Social do BPI

Conheça a Política de Responsabilidade Social do BPI.

Política de Responsabilidade Social do BPI

O Banco BPI, S.A. (BPI) é uma instituição de crédito do Grupo CaixaBank, que presta serviços financeiros e de investimento em Portugal e que adota, com as devidas adaptações, as politicas corporativas do CaixaBank.

O Conselho de Administração do BPI, através da Política de Responsabilidade Social (RSC), pretende pôr em evidência o seu propósito de desenvolver um modelo de negócio eficiente e responsável, caracterizado por um forte compromisso social.

A presente Política de Responsabilidade Social (RSC) será atualizada sempre que se justificar e reflete a estratégia e os princípios básicos de atuação do BPI no âmbito da sua responsabilidade social, de acordo com as disposições do Código de Governo do Instituto Português de Corporate Governance e segundo as disposições do Código das Sociedades Comerciais.

1. Objetivos

A Política de Responsabilidade Social (RSC) e restantes instrumentos desenvolvidos pelo BPI devem contribuir para:

  • Incentivar a execução dos objetivos estratégicos do BPI, através de práticas responsáveis e sustentáveis;
  • Maximizar a criação de valor para as partes interessadas e criar relacionamentos de longo prazo, com base na confiança e na transparência;
  • Prevenir e mitigar os eventuais impactos sociais negativos decorrentes da sua atividade;
  • Contribuir para a melhoria da reputação do BPI;
  • Promover na sociedade princípios e práticas responsáveis, que favoreçam o progresso nos domínios sociais e ambientais.

2. Âmbito de aplicação da Política

Esta Política será aplicável a todos os colaboradores e membros dos órgãos sociais do Banco BPI, S.A. (adiante designados, genericamente, por colaboradores) e de sociedades dominadas direta ou indiretamente pelo Banco BPI (todas adiante designadas genericamente apenas por BPI).

3. Missão, Visão e Valores

O BPI baseia a sua gestão numa atuação socialmente responsável e na eficiência económica, orientadas para o desenvolvimento das pessoas e da comunidade.

O compromisso de atuação sustentável, orientado para Criar Valor com Valores para a instituição e os grupos de interesses que lhe estão associados abrange toda a cadeia de valor, desde a origem dos fundos e recursos até à sua aplicação e investimento.

A Missão do BPI é contribuir para o bem-estar financeiro dos seus Clientes e para o progresso de toda a sociedade.

A sua Visão é ser um grupo financeiro líder e inovador, com o melhor serviço ao Cliente e uma referência na Banca socialmente responsável.

O BPI desenvolve a sua atividade e presta sempre os seus serviços com base nos Valores corporativos de qualidade, confiança e compromisso social.

A Política de Responsabilidade Social do BPI (RSC) é enquadrada no âmbito da Missão, Visão e Valores do Banco. Através desta política, o BPI assume como diretrizes para a gestão e desenvolvimento da sua atividade:

  • Atuação íntegra, responsável e sustentável;
  • Eficiência económica;
  • Adoção de uma perspetiva de longo prazo no processo de decisão;
  • Inovação permanente, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento sustentável das comunidades onde exerce a sua atividade.

4. Procedimentos

4.1. Princípios de atuação e instrumentos de apoio

O BPI compromete-se a exercer a sua atividade em estrita conformidade com os regulamentos aplicáveis ao desenvolvimento do seu negócio e de acordo com os mais elevados padrões éticos e de conduta profissional, sempre fiel ao compromisso de acrescentar valor aos Clientes, Investidores, Acionistas, Colaboradores e restantes grupos de interesse associados ao Banco.

Neste sentido, são princípios de atuação do BPI, enumerados e desenvolvidos no Código de Ética e Conduta, o cumprimento das leis e dos normativos internos em vigor em cada momento, o respeito, a integridade, a transparência, a excelência, o profissionalismo, a confidencialidade e a responsabilidade social.

A Política de Responsabilidade Social (RSC ) integra coerentemente estes princípios de ação, bem como as demais políticas e normas do BPI que contemplem os valores e regras a observar, tanto nas relações profissionais internas do Banco, como nas relações do Banco com Clientes, Investidores, Acionistas e outros grupos de interesse que lhe estão associados.


4.2. Estratégia geral para a Gestão e o Bom Governo do BPI

Um dos objetivos prioritários do BPI é garantir a transparência, a independência e a boa gestão do Banco. Neste contexto, a estratégia e a ação do BPI devem basear-se, entre outras, nas seguintes diretrizes de conduta:

  • Respeitar os direitos humanos de acordo com os termos previstos na Declaração Universal dos Direitos Humanos e os Princípios Orientadores sobre Direitos Humanos das Nações Unidas.
    O BPI proíbe qualquer discriminação, assédio, abuso ou tratamento inadequado com base no sexo, raça, cor, nacionalidade, credo, religião, opinião política, afiliação, idade, orientação sexual, estado civil, incapacidade, desvantagem ou outras situações protegidas pelo Direito, tanto em relação a Colaboradores, como a Investidores, Acionistas, Clientes, potenciais Clientes, fornecedores ou qualquer outra pessoa.
  • Cumprir sempre a legislação vigente e favorecer práticas de mercado livres, bem como rever e melhorar regularmente as práticas de governo.
  • Aplicar com rigor as regras legais de natureza fiscal, não assumindo para si, nem recomendando ou incentivando os seus Clientes, através de serviços ou produtos, a assumirem comportamentos ou práticas que desvirtuem ou violem as referidas regras."
  • Estabelecer as medidas necessárias para prevenir e evitar que os produtos e serviços do BPI possam ser utilizados para a prática de atividades ilícitas (como o financiamento do terrorismo, branqueamento de capitais ou crimes financeiros) e revê-las periodicamente; colaborar ativamente com os reguladores e as forças de segurança e comunicar todas as atividades suspeitas; promover o comportamento responsável dos colaboradores e a aplicação da Politica de Prevenção de Branqueamento de Capitais e Financiamento do Terrorismo e de outros códigos de conduta e regras do BPI.
  • Gerir de forma prudente e global todos os riscos (financeiros e não financeiros), com base na Declaração de Apetência pelo Risco do BPI; possuir mecanismos adequados para monitorizar os riscos (financeiros e não financeiros) incluídos no Catálogo de Riscos.
  • Manter à disposição dos colaboradores um canal interno confidencial para comunicação de irregularidades ou de violações do código de conduta. 
  • Promover a utilização de critérios sociais e ambientais nas decisões de negócios.
  • Promover a transparência na difusão de informação aos grupos de interesse associados ao Banco, divulgando-a de forma clara e concisa e adotando práticas de comunicação responsáveis em todos os momentos, que evitem a manipulação da informação.


4.3. Compromissos em relação aos principais grupos de interesse

Clientes

O BPI coloca os Clientes no centro da sua atividade e trabalha na criação de valor para a comunidade em que está inserido.

Os seus colaboradores devem atuar com honestidade, rigor, diligência, qualidade e competência, orientando a sua atividade para o Cliente, numa visão de longo prazo e de reforço da sua confiança.

Com este objetivo, o BPI compromete-se a:

  • Disponibilizar uma oferta adequada às necessidades dos seus Clientes, dispondo de uma política que estabelece regras e procedimentos para a aprovação, por comités específicos, dos produtos e serviços que pretenda introduzir e/ou comercializar.
  • Assegurar a participação de todas as áreas relevantes no processo de criação, aprovação, lançamento, comercialização e monitorização da oferta, bem como o envolvimento da gestão de topo na supervisão da aplicação dos princípios subjacentes à comercialização de produtos e serviços.
  • Neste contexto, a comercialização de produtos é feita com base num conjunto de princípios e procedimentos, definidos na política de governo de produtos, visando promover uma política de vendas responsável.
  • Promover a qualidade do serviço ao Cliente através de inquéritos periódicos de satisfação, de outras ferramentas e de ações orientadas para a melhoria contínua.
  • Incentivar o diálogo, disponibilizando os canais necessários para apresentação de questões e reclamações, oferecendo uma resposta rápida, personalizada e assertiva.
  •  Comunicar de forma transparente e clara, através de informações verdadeiras, claras, atuais, precisas e adequadas ao esclarecimento ou tomada de decisão consciente e fundamentada, cumprindo e respeitando rigorosamente as normas legais aplicáveis.
  • Proteger nos termos da lei a confidencialidade dos dados.
  • Cumprir de forma rigorosa a lei e procedimentos internos, no que respeita à segurança dos bens.
  • Manter uma relevante presença em Portugal através de uma ampla rede de balcões e espaços comerciais.

 

Acionistas e Investidores

O BPI trabalha para corresponder à confiança dos Investidores e Acionistas, procurando responder às suas necessidades e expectativas.

Para isso, o BPI compromete-se a:

  • Garantir igual tratamento, facilitando o exercício dos direitos dos Investidores e Acionistas, no âmbito do interesse social do BPI.
  • Fornecer informações claras, completas e verdadeiras aos mercados, Investidores e Acionistas, que incluam aspetos financeiros e não financeiros do negócio.
  • Disponibilizar um atendimento personalizado através do Gabinete de Relações com Investidores, da página de contactos do seu website, telefone, correio eletrónico, fax ou carta.


Colaboradores

Os profissionais do BPI são o seu principal ativo. Deles depende o sucesso e a eficiência social e económica da organização.

Sob esta premissa, o BPI compromete-se a:

  • Respeitar os direitos laborais reconhecidos pelas normas jurídicas nacionais e internacionais aplicáveis, designadamente os que se encontram definidos nos instrumentos de regulamentação colectiva do sector bancário em Portugal.
  • Basear a política de gestão de Recursos Humanos no respeito pela diversidade, igualdade de oportunidades e não-discriminação em razão do sexo, raça, cor, nacionalidade, credo, religião, opinião politica, afiliação, idade, orientação sexual, estado, incapacidade e demais circunstâncias protegidas por lei, fomentando a diversidade, a inclusão social e um ambiente de trabalho adequado, digno e profissional.
  • Promover a estabilidade no emprego, a conciliação da vida profissional e familiar e o bem-estar no ambiente de trabalho.
  • Gerir o talento da organização para promover o desenvolvimento profissional dos colaboradores:
    - Com critérios claros e transparentes nos processos de seleção interna
    - Favorecendo a atração e retenção do talento
    - Através de um Plano de Formação adaptado às diferentes necessidades
  • Assegurar a correta execução e acompanhamento de todas as obrigações legais em matéria de segurança e saúde no trabalho e identificar as necessidades de melhoria a integrar no sistema de gestão preventiva do BPI, através do Comité de Prevenção de Riscos Laborais.
  • Incentivar o diálogo e a comunicação interna e medir o grau de satisfação dos colaboradores através de avaliações periódicas.  


Sociedade

O BPI possui um modelo de gestão coerente com o seu compromisso para o desenvolvimento socioeconómico do País.

Com base nesse compromisso, o BPI trabalha para:

  • Colaborar e promover a participação nos programas e iniciativas promovidas pelo seu acionista de referência, a Fundação Bancária "la Caixa", difundindo-os.
  • Apoiar instituições de reconhecida relevância na sociedade portuguesa, que demonstrem capacidade de se tornar sustentáveis numa lógica de continuidade e vínculo duradouro, nas áreas de solidariedade social, cultura, educação e investigação.
  • Incentivar o empreendedorismo e a inovação, através de iniciativas que estimulem a criação de ideias e premeiem as empresas mais inovadoras.
  • Contribuir para a literacia financeira das populações, no âmbito ou alinhadas com o Plano Nacional de Formação Financeira.
  • Participar em iniciativas e colaborar com os reguladores, organizações e entidades dedicadas à difusão e promoção de práticas responsáveis entre os Clientes e as comunidades em que o BPI está presente.


Meio ambiente


O BPI assenta a gestão do seu negócio, projetos, produtos e serviços no respeito e na proteção pelo meio ambiente, cumprindo a legislação vigente nesta matéria.

A este compromisso, acresce a vontade do BPI de:

  • Criar produtos e serviços alinhados com um modelo de desenvolvimento sustentável.
  • Incentivar o financiamento de projetos que contribuam para melhorar a eficiência energética e alcançar uma maior sustentabilidade ambiental a longo prazo.
  • Integrar os riscos ambientais e sociais na análise de risco no financiamento de projetos de investimento.
  • Esforçar-se por cumprir os mais altos padrões ambientais.
  • Trabalhar para melhorar os processos e a operativa interna para gerir de forma eficiente os recursos e minimizar o impacto ambiental.
  • Promover uma atitude responsável entre os colaboradores, Clientes e a sociedade em geral.   


Fornecedores

O BPI tem critérios definidos para a escolha dos seus fornecedores, nomeadamente no que respeita a princípios éticos, financeiros e de qualidade de serviço, garantindo a máxima transparência na contratação, realizada através de concursos, sempre que tal se justifique.

5. Seguimento e supervisão das práticas de responsabilidade social corporativa

A aprovação da Política de Responsabilidade Social (RSC) compete ao Conselho de Administração do BPI, sob proposta da Comissão de Responsabilidade Social, que adotará as medidas necessárias para a execução e supervisão da Política estabelecida.

A Comissão de Responsabilidade Social tem, neste domínio, a missão de acompanhar e supervisionar a atuação do Banco e de submeter ao Conselho de Administração as propostas que julgar pertinentes.

Compete à Direção de Comunicação, Marca e Responsabilidade Social (DCRS) a execução da estratégia de responsabilidade social (RSC) e a execução dos planos de ação neste domínio estabelecidos pelo Conselho de Administração do Banco.

Em relação à supervisão de riscos, a Comissão de Riscos do BPI é responsável pela supervisão e análise dos processos de informação e controlo do BPI, incluindo os riscos não financeiros.

O BPI está empenhado em fornecer, de modo transparente e periódico, informação suficiente sobre a aplicação, desenvolvimento e resultados da sua Política de Riscos, através dos seus relatórios públicos e do seu website, bem como de qualquer outro canal que considere adequado para esse fim.

 

Política aprovada pelo Conselho de Administração em 14 de dezembro de 2018.