Saltar para o conteúdo
Content ID: PR_WCS01_UCM01076861

9ª Edição do Prémio BPI Capacitar

Atribui 750 mil euros a 23 projetos para melhorar a vida das pessoas com deficiência.

9ª Edição Prémio BPI Capacitar | Banco BPI

9ª Edição Prémio BPI Capacitar | Banco BPI

Atribui 750 mil euros a 23 projetos para melhorar a vida das pessoas com deficiência.

  • Liga dos Amigos do Hospital Dona Estefânia recebe 1º prémio para projeto que visa disponibilizar próteses de qualidade para crianças e jovens.
  • No total foram recebidas 224 candidaturas com projetos destinados a melhorar as respostas sociais para este segmento da população.

460x166_Premio_BPI_Capacitar_premiados

No âmbito da 9ª edição do Prémio BPI Capacitar, o BPI e a Fundação "la Caixa" entregaram hoje, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, 750 mil euros a 23 instituições para apoiar projetos que promovam a inclusão social e a melhoria da qualidade de vida de pessoas com deficiência ou incapacidade permanente.

No total foram recebidas 224 candidaturas, um número que reflete a relevância deste tema. Os projetos distinguidos promovem diferentes respostas sociais, onde se incluem: empreendedorismo social, autonomia e empregabilidade, apoio domiciliário, projetos de animação sociocultural, iniciativas de musicoterapia e hipoterapia, serviços de estimulação cognitiva e sensorial, desporto adaptado, entre outros.

O 1º Prémio, no valor de 200 mil euros, foi atribuído à Liga dos Amigos do Hospital Dona Estefânia, uma instituição que tem como objetivo apoiar necessidades de equipamentos dos utentes deste hospital. Com o objetivo de acudir a casos urgentes de crianças e jovens amputados, o projeto visa disponibilizar próteses de qualidade para colocação atempada em idade de crescimento, assegurando igualmente uma redução da taxa de quebras. A colocação destas próteses proporciona uma melhoria na qualidade de vida e uma integração plena na vida familiar, escolar e social.

O Prémio BPI Capacitar insere-se na política de responsabilidade social do Banco e conta com o apoio da Fundação "la Caixa". As duas entidades estabeleceram um acordo de colaboração para o desenvolvimento de projetos de carácter social e cultural em Portugal após a entrada do BPI no grupo CaixaBank.

O BPI Capacitar complementa o apoio concedido com os Prémios BPI Seniores e BPI Solidário, destinados a apoiar os segmentos mais vulneráveis da população. Este ano, o BPI e a Fundação "la Caixa" já distribuíram 2,25 milhões de euros por 77 projetos de apoio social, o que constitui uma das mais relevantes iniciativas de Responsabilidade Social em Portugal.

23 Projetos distinguidos na 9ª edição do Prémio BPI Capacitar

O Júri analisou e selecionou os projetos que considerou mais sustentáveis, mais inovadores e com maior impacto social.

Foram distinguidos os projetos das seguintes 23 instituições: ADM Estrela – Associação Social e Desenvolvimento | ADMLAS - Associação Diabetes em Movimento Amadora-Sintra | AFAS - Associação de Famílias e Amigos dos Surdos | ANPAR - Associação Nacional de Pais e Amigos Rett | APIR – Associação Portuguesa de Insuficientes Renais | APPACDM de Santarém | APPACDM da Figueira da Foz | Associação Jorge Pina (AJP) | Associação de Paralisia Cerebral Odemira | Associação Promotora do Ensino dos Cegos | Associação Terra dos Sonhos | Associação Valecambrense de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente| CEDIARA - Associação de Solidariedade Social de Ribeira de Fráguas | Centro Hípico – Aero Clube da Costa Verde | CERCIAG – Cooperativa de Educação e Reabilitação Cidadãos com Incapacidades de Águeda | CERCIAV – Cooperação para a Educação e Reabilitação de Aveiro | CerciPenela – Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Penela | Ensemble Juvenil de Setúbal (A7M) | ENTRAJUDA | FUTURIS | Liga dos Amigos do Hospital de Dona Estefânia | Sporting Clube de Aveiro | SURFaddict - Associação Portuguesa de Surf Adaptado.

Criado em 2010, este Prémio já entregou mais de 5 milhões de euros a instituições privadas sem fins lucrativos para a implementação de 168 projetos. O Prémio é atribuído através de donativos, sem qualquer contrapartida que não seja a própria execução do projeto.