Saltar para o conteúdo
Content ID: PR_WCS01_UCM01098110

Fundação "la Caixa", BPI e Nova SBE criam Iniciativa para a Equidade Social

Fundação “la Caixa”, BPI e Nova SBE criam Iniciativa para a Equidade Social | Banco BPI

Fundação “la Caixa”, BPI e Nova SBE criam Iniciativa para a Equidade Social | Banco BPI

  • A Iniciativa para a Equidade Social vai traçar um retrato do setor social em Portugal e desenvolver programas de investigação e capacitação para apoiar organizações sociais.
  • Investimento de 2,2 milhões de euros em três anos inclui o lançamento do relatório anual "Balanço Social do País" e de uma base de dados sobre organizações sociais, acessível a toda a sociedade, que permitirá obter informação agregada e atualizada do setor social em Portugal.
  • A Fundação "la Caixa" iniciou em 2018 a sua implantação em Portugal, consequência da entrada do BPI no Grupo CaixaBank. Em 2018, destinou 12 milhões de euros a projetos sociais, de investigação, educativos e de divulgação cultural e científica. Este investimento ascenderá a 20 milhões de euros em 2019.


A Fundação "la Caixa", o BPI e a Nova School of Business & Economics (Nova SBE) lançam a Iniciativa para a Equidade Social, uma parceria que visa impulsionar o setor social em Portugal com uma visão de longo prazo. A cerimónia de assinatura do protocolo realizou-se em 23 de maio de 2019 na Nova SBE, em Carcavelos, com a presença do presidente da Fundação Bancária "la Caixa", Isidro Fainé.

No âmbito da parceria, a Fundação "la Caixa" e o BPI vão disponibilizar 2,2 milhões de euros ao longo de um período inicial de três anos, como reconhecimento da relevância que o setor social tem para o país em termos de número de organizações, recursos humanos, impacto na sociedade, despesas e apoios sociais.

Entre os projetos que formam a Iniciativa para a Equidade Social, destacam-se:

  • o lançamento do relatório anual "Balanço Social do País", contendo um retrato socio-económico das famílias portuguesas, com ênfase nas situações de privação e exclusão e, quando possível, no acesso às respostas sociais existentes em Portugal;
  • a criação de uma base de dados pública com o objetivo de consolidar informação, atualmente dispersa, sobre as organizações do setor social em Portugal, visando facilitar o conhecimento e a intervenção das diversas partes interessadas do setor;
  • dois programas de capacitação dirigidos ao setor social. O primeiro, concebido em moldes mais tradicionais de formação em sala, está direcionado a dirigentes de entidades do setor social. O segundo consiste numa iniciativa pioneira que pretende fazer o diagnóstico e acompanhamento de instituições do setor social em diferentes áreas da gestão, envolvendo a comunidade da Nova SBE (alunos, alumni, professores e parceiros) ao longo de todo o prazo inicial da Iniciativa.

No total, a iniciativa envolve a criação de sete projetos e duas cátedras dedicados ao setor social, em colaboração com quatro centros de conhecimento da Nova SBE: Leadership for Impact, Economics for Policy, Nova Finance e Data Science for Social Good.

A Iniciativa para a Equidade Social complementa a intervenção do BPI e da Fundação" la Caixa" no setor social em Portugal, que inclui 5 prémios destinados a apoiar projetos de instituições de solidariedade social, no valor global previsto de 3,75 milhões de euros em 2019, para além de programas próprios na área do emprego, cuidados paliativos e, em breve, infância e seniores.

"Esta é uma das parcerias mais relevantes e ambiciosas que a Fundação "la Caixa" estabeleceu em Portugal, desde a sua chegada ao país, há pouco mais de um ano. Em conjunto com a Nova SBE, queremos colocar o conhecimento e a inovação ao serviço dos portugueses e especialmente das pessoas mais vulneráveis. Somos uma fundação com mais de um século de história e a nossa experiência demonstra que este tipo de parcerias com instituições de referência refletem-se no bem-estar dos cidadãos", explicou o presidente da Fundação Bancária "la Caixa", Isidro Fainé.

"O BPI é possivelmente uma das entidades em Portugal com um conhecimento mais abrangente sobre o setor social. Há mais de uma década que, através dos Prémios de Solidariedade BPI, temos vindo a conhecer em detalhe o trabalho, mas também as dificuldades de milhares de instituições sociais por todo o país. Este reforço da parceria que temos com a Nova SBE vai permitir potenciar as complementaridades entre os Prémios BPI "la Caixa", as entidades por estes apoiados, e os projetos que hoje se lançam no âmbito desta iniciativa, trazendo mais valor para o nosso país", afirmou o presidente honorário do BPI e curador da Fundação "la Caixa", Artur Santos Silva.

"A Iniciativa para a Equidade Social com o BPI e a Fundação "la Caixa" será uma parceria que ajudará a mapear a situação social de Portugal e a capacitar as organizações que diariamente se esforçam para a melhorar. Queremos, em conjunto, trabalhar para criar e contribuir para o impacto em Portugal, na Europa e no mundo. Estamos certos que com o apoio de todos os stakeholders e equipa envolvida, esta iniciativa será um sucesso", declara Daniel Traça, Dean da Nova SBE. 

Fundação "la Caixa" em Portugal: 20 milhões de orçamento para 2019

A Fundação "la Caixa", com sede em Espanha é uma das mais relevantes a nível internacional, iniciou em 2018 a sua implantação em Portugal, consequência da entrada do BPI no Grupo CaixaBank. Em 2018, destinou 12 milhões de euros a projetos sociais, de investigação, educativos e de divulgação cultural e científica. Este investimento ascenderá a 20 milhões de euros em 2019.

O presidente da Fundação, Isidro Fainé, assinalou os principais impactos da atividade da Fundação desde a sua chegada ao país, no início de 2018, até abril deste ano. Os principais marcos são:

- 450 postos de trabalho facilitados através do programa Incorpora a pessoas em situação de vulnerabilidade, graças à implicação de cerca de 200 empresas.

Em Portugal, e em colaboração com o Instituto do Emprego e Formação Profissional, 33 entidades sociais são responsáveis por desenvolver o Incorpora através do trabalho em rede em regiões distintas: Lisboa (14 entidades), Porto (9), Coimbra (5) e Setúbal (5). Em 2019, foi lançado um novo concurso para ampliar a rede Incorpora às regiões de Viseu, Guarda, Évora, Beja e Faro.


- Perto de 1.500 pacientes e 1.700 familiares atendidos através do programa Humaniza de atenção integral a pessoas com doenças avançadas.

A Fundação "la Caixa" conta com 10 equipas de apoio psicossocial distribuídas por diferentes regiões do país: norte, centro, Lisboa, Alentejo, Algarve, Açores e Madeira.


- 77 projetos de entidades sociais apoiados com 2,25 milhões de euros através dos Prémios BPI "la Caixa", que passaram a contemplar cinco categorias em 2019, em vez das três iniciais: Capacitar, Seniores, Solidário, Infância e Rural.


- Cinco iniciativas de dinamização de regiões fronteiriças apoiadas através do programa Promove. Concretamente, o programa selecionou projetos piloto inovadores para o desenvolvimento das áreas em que se localizam (Bragança, Guarda, Proença-a-Nova e Elvas) e, em simultâneo, que se possam reproduzir noutras regiões com características semelhantes.


- Alianças estratégicas com instituições culturais de referência. É o caso da Fundação de Serralves, parceira na exposição de Anish Kapoor, do Museu Nacional de Arte Antiga, com o qual se organizou a exposição Terra adentro. A Espanha de Joaquín Sorolla; da Casa da Música, onde se apresentou o concerto participativo O Messias e o concerto escolar O Colecionador de Paisagens.


- 4,6 milhões de euros destinados a oito projetos de excelência em investigação em biomedicina e saúde (2,2 milhões correspondentes ao matching fund com a Fundação para a Ciência e a Tecnologia)


- Mais de 100.000 visitantes na exposição itinerante A floresta. Muito mais do que madeira, que chegou a 7 importantes cidade de Portugal ao longo de 2018 e nos primeiros meses de 2019, nomeadamente Coimbra, Viseu, Braga, Portimão, Castelo Branco, Setúbal e Matosinhos.