Saltar para o conteúdo
Content ID: PR_WCS01_UCM01072509

Conjunto de Vinhos Quinta do Crasto

Aproveite as condições de Crédito BPI para adquirir um conjunto de vinhos Quinta do Crasto, lançados exclusivamente em parceria com o BPI.

Conjunto de Vinhos Quinta do CrastoZoom

Conjunto de Vinhos Quinta do Crasto

Conjunto de Vinhos Quinta do CrastoZoom

Conjunto de Vinhos Quinta do Crasto

Conjunto de Vinhos Quinta do CrastoZoom

Baú personalizado em madeira com o logo da Quinta

Reserva Vinhas Velhas 2015Zoom

Reserva Vinhas Velhas Douro Tinto 2016 Magnum

Reserva Vinhas Velhas 2015Zoom

Reserva Vinhas Velhas Douro Tinto 2015

Crasto Superior Tinto 2015Zoom

Crasto Superior Douro Tinto 2015

Crasto Superior Syrah Tinto 2015Zoom

Crasto Superior Syrah Douro Tinto 2015

Crasto Superior Douro Branco 2017Zoom

Crasto Superior Douro Branco 2017

Roquette & Cazes Tinto 2015Zoom

Roquette & Cazes Douro Tinto 2015

Reserva Vinhas Velhas 2015ZoomOferta

Reserva Vinhas Velhas Douro Tinto 2016 Magnum

Voucher para 2 pessoas com Visita e Prova de Vinhos na Quinta do CrastoZoomOferta

Visita para 2 pessoas com prova de vinhos na Quinta do Crasto

O Conjunto de Vinhos Quinta do Crasto é apresentado num baú personalizado em madeira com o logo da Quinta e é composto por:

  • 1 Reserva Vinhas Velhas Douro Tinto 2016 Magnum (150 Cl)
  • 4 Reserva Vinhas Velhas Douro Tinto 2015 (75 Cl)
  • 4 Crasto Superior Douro Tinto 2015 (75 Cl)
  • 1 Crasto Superior Syrah Douro Tinto 2015 (75 Cl)
  • 1 Crasto Superior Douro Branco 2017 (75 Cl)
  • 4 Roquette & Cazes Douro Tinto 2015 (75 Cl)
  • 1 Reserva Vinhas Velhas Douro Tinto 2016 Magnum (150 Cl) - Oferta

 

Condições de Financiamento

O produto só pode ser adquirido com o seu Cartão de Crédito BPI (Particular ou Empresa).

A TAEG/TAE é variável em função do Cartão de Crédito BPI utilizado para pagamento.

Cartão BPI - TAEG 12,9%, TAN 9,5%, comissão de disponibilização de € 20. Cartão BPI Gold - TAEG 15,3%, TAN 10,4%, comissão de disponibilização de € 50. Cartão Premier - TAEG 12,8%, TAN 9,75%, comissão de disponibilização de € 29,97.
Cartão BPI Prémio - TAEG 13,7%, TAN 11,2%, comissão de disponibilização de € 14. Cartão BPI Campeões - TAEG 13,8%, TAN 11,6%, comissão de disponibilização de € 12,50. Cartão FC Porto - TAEG 13,8%, TAN 11,6%, comissão de disponibilização de € 12,50.
Cartão ACP Master - TAEG 12,5%, TAN 8,5%, comissão de disponibilização de € 24. Cartão BPI Zoom - TAEG 13,1% a 15,3%, TAN 10,5% a 12,4%, comissão de disponibilização de € 10 para Não Clientes BPI.

TAEG calculadas para uma utilização de crédito de € 1.500 (exceto para o Cartão BPI Gold e para o Cartão Premier, em que o exemplo é de € 2.500), para as comissões de disponibilização acima referidas e reembolso em 12 prestações iguais de capital, acrescidas de juros às TAN acima referidas e dos impostos legais em vigor. A taxa de juro é calculada com base em 360 dias, sem arredondamento.

Cartão BPI Business e BPI Corporate TAE versões Classic: 18,9%, TAN 16%, comissão de disponibilização de € 20, TAE versões Gold: 20,5%, TAN 16%, comissão de disponibilização de € 37,50. TAE calculada, para um exemplo de crédito de € 1.500, TAN e comissões de disponibilização referidas, prazo de 12 meses e reembolso único no final do prazo, nos termos do DL 220/94. A taxa de juro é calculada com base em 360 dias, sem arredondamento.

O valor do PVP será processado como uma transação de compra no extrato do seu cartão de crédito e o pagamento será realizado de acordo com a modalidade de pagamento definida.

O BPI reserva-se o direito de não processar o pedido, caso o seu cartão não se encontre em situação regular.

Campanha limitada ao stock existente.

PVP: € 395,00

Outras Características

Reserva Vinhas Velhas Douro Tinto 2016 Magnum

  • Notas de Prova: De cor ruby carregado, apresenta-se muito envolvente no nariz, onde se consegue perceber de imediato a identidade das nossas vinhas velhas. Aroma complexo com notas de esteva fresca, ligeiro cacau, tudo muito bem integrado com frutos silvestres do Douro. Inicia a prova de boca de forma elegante, evoluindo rapidamente para um vinho de grande solidez, onde encontramos um excelente volume e uma estrutura compacta, composta por taninos frescos de textura aveludada. Um vinho de identidade singular que termina harmonioso e muito persistente.
  • Notas de Vinificação: As uvas, provenientes de Vinhas Velhas, foram transportadas em caixas de 25 kg de plástico alimentar e sujeitas a uma rigorosa triagem em mesa de escolha à entrada da adega. Após um desengace total e um ligeiro esmagamento, o mosto foi transferido para cubas de fermentação em aço inox com temperatura controlada. Após o final da fermentação alcoólica, as uvas são prensadas suavemente em prensas hidráulicas.
  • Castas: Vinhas Velhas (25 a 30 castas diferentes).
  • Teor de Álcool: 14,5º
  • Prémios / Referências:
    Top 100 Wine Spectator - Reserva Vinhas Velhas 2005: 3ª Posição / 95 pontos
    Wine Spectator – Reserva Vinhas Velhas 2015: 94 pontos
    Wine Spectator – Reserva Vinhas Velhas 2012: 94 pontos
    Wine Spectator – Reserva Vinhas Velhas 2007: 93 pontos
    Robert Parker – Reserva Vinhas Velhas 2015: 94 pontos
    Robert Parker – Reserva Vinhas Velhas 2013: 94 pontos
    Robert Parker – Reserva Vinhas Velhas 2011: 94 pontos
    Robert Parker – Reserva Vinhas Velhas 2007: 94 pontos
    Robert Parker – Reserva Vinhas Velhas 2012: 93 pontos
    Concurso Vinhos de Portugal 2017 – Reserva Vinhas Velhas 2014: Melhor Vinho Tinto
    Concurso Vinhos de Portugal 2017 – Reserva Vinhas Velhas 2014: Medalha Grande Ouro
    Jancis Robinson: Reserva Vinhas Velhas 2015: 17 pontos
    Jancis Robinson: Reserva Vinhas Velhas 2012: 17,5 pontos
    Tasted Jounal/Blind Tasting 2014 - Reserva Vinhas Velhas 2011: 95 pontos
    Wine Enthusiast Magazine – Reserva Vinhas Velhas 2013: 94 pontos
    Wine Enthusiast Magazine – Reserva Vinhas Velhas 2011: 94 pontos
    Revista de Vinhos 2009 - Reserva Vinhas Velhas 2007: Melhor da Região
    Revista de Vinhos 2016 – Reserva Vinhas Velhas 2013: 17,5 pontos
    Revista Fugas (Portugal) – Reserva Vinhas Velhas 2009: Melhor da Década
    Essência do Vinho 2011 - Reserva Vinhas Velhas 2008: TOP 10
    V Concurso Internacional de Vinhos do Brasil – Reserva Vinhas Velhas 2007: Medalha de Ouro
    Gismondi Wines 2009 – Reserva Vinhas Velhas 2007: 94 pontos
    Hong Kong International Competition 2009 - Reserva Vinhas Velhas 2007: Medalha de Ouro
    Decanter Word Wine Awards 2015 – Reserva Vinhas Velhas 2012: Medalha de Prata
    Sommelier Wine Awards 2015 – Reserva Vinhas Velhas 2012: Medalha Ouro
    Sommelier Wine Awards 2016 – Reserva Vinhas Velhas 2013: Medalha Prata

 

Reserva Vinhas Velhas Douro Tinto 2015

  • Notas de Prova: Cor rubi carregada. No nariz apresenta uma complexidade singular, com notas de esteva e especiaria fresca, muito bem integradas com exuberantes aromas de frutos silvestres. Inicia a prova de boca de forma elegante, evoluindo rapidamente para um vinho de excelente volume e estrutura compacta, composta por taninos fresco de textura aveludada. Termina harmonioso e muito persistente. Um vinho que espelha a identidade única das vinhas velhas da Quinta do Crasto.
  • Vinificação: As uvas, provenientes de Vinhas Velhas, foram transportadas em caixas de 25 kg de plástico alimentar e sujeitas a uma rigorosa triagem em mesa de escolha à entrada da adega. Após um desengace total e um ligeiro esmagamento, o mosto foi transferido para cubas de fermentação em aço inox com temperatura controlada. Após o final da fermentação alcoólica, as uvas são prensadas suavemente em prensas hidráulicas.
  • Castas: Vinhas Velhas (25 a 30 castas diferentes).
  • Teor de Álcool: 14,5%
  • Prémios / Referências:
    Top 100 Wine Spectator - Reserva Vinhas Velhas 2005: 3ª Posição / 95 pontos
    Wine Spectator – Reserva Vinhas Velhas 2015: 94 pontos
    Wine Spectator – Reserva Vinhas Velhas 2012: 94 pontos
    Wine Spectator – Reserva Vinhas Velhas 2007: 93 pontos
    Robert Parker – Reserva Vinhas Velhas 2015: 94 pontos
    Robert Parker – Reserva Vinhas Velhas 2013: 94 pontos
    Robert Parker – Reserva Vinhas Velhas 2011: 94 pontos
    Robert Parker – Reserva Vinhas Velhas 2007: 94 pontos
    Robert Parker – Reserva Vinhas Velhas 2012: 93 pontos
    Concurso Vinhos de Portugal 2017 – Reserva Vinhas Velhas 2014: Melhor Vinho Tinto
    Concurso Vinhos de Portugal 2017 – Reserva Vinhas Velhas 2014: Medalha Grande Ouro
    Jancis Robinson: Reserva Vinhas Velhas 2015: 17 pontos
    Jancis Robinson: Reserva Vinhas Velhas 2012: 17,5 pontos
    Tasted Jounal/Blind Tasting 2014 - Reserva Vinhas Velhas 2011: 95 pontos
    Wine Enthusiast Magazine – Reserva Vinhas Velhas 2013: 94 pontos
    Wine Enthusiast Magazine – Reserva Vinhas Velhas 2011: 94 pontos
    Revista de Vinhos 2009 - Reserva Vinhas Velhas 2007: Melhor da Região
    Revista de Vinhos 2016 – Reserva Vinhas Velhas 2013: 17,5 pontos
    Revista Fugas (Portugal) – Reserva Vinhas Velhas 2009: Melhor da Década
    Essência do Vinho 2011 - Reserva Vinhas Velhas 2008: TOP 10
    V Concurso Internacional de Vinhos do Brasil – Reserva Vinhas Velhas 2007: Medalha de Ouro
    Gismondi Wines 2009 – Reserva Vinhas Velhas 2007: 94 pontos
    Hong Kong International Competition 2009 - Reserva Vinhas Velhas 2007: Medalha de Ouro
    Decanter Word Wine Awards 2015 – Reserva Vinhas Velhas 2012: Medalha de Prata
    Sommelier Wine Awards 2015 – Reserva Vinhas Velhas 2012: Medalha Ouro
    Sommelier Wine Awards 2016 – Reserva Vinhas Velhas 2013: Medalha Prata

 

Crasto Superior Douro Tinto 2015

  • Notas de Prova: De cor violeta brilhante, muito atractivo no aroma, onde se destacam frescas notas de frutos silvestres e elegantes notas de especiaria. Na prova de boca inicia muito equilibrado, evoluindo para um vinho de porte sério, com excelente volume e textura composta por taninos aveludados. Um vinho atractivo que termina fresco e com excelente persistência.
  • Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Souzão
  • Vinificação: As uvas, provenientes da nossa Quinta da Cabreira, no Douro Superior, foram transportadas em caixas de plástico alimentar e sujeitas a uma rigorosa triagem à entrada da adega. Após um desengace total e um ligeiro esmagamento, o mosto foi transferido para cubas de fermentação em aço inox com temperatura controlada.
  • Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Souzão
  • Teor de Álcool: 14,5%
  • Prémios / Referências:
    Wine Spectator – Crasto Superior Tinto 2012: 93 pontos / 25ª posição
    Wine Spectator – Crasto Superior Tinto 2015: 91 pontos
    Wine Spectator – Crasto Superior Tinto 2009: 90 pontos
    Robert Parker – Crasto Superior Tinto 2011: 92 pontos
    Robert Parker – Crasto Superior Tinto 2015: 91 pontos
    Robert Parker – Crasto Superior Tinto 2014: 90 pontos
    Robert Parker – Crasto Superior Tinto 2012: 90 pontos
    Wines & Spirits – Crasto Superior Tinto 2011: 93 pontos
    Sommelier Wine Awards 2015 – Crasto Superior Tinto 2012: Medalha Prata
    Sommelier Wine Awards 2016 – Crasto Superior Tinto 2013: Commended Award
    Sommelier Wine Awards 2018 – Crasto Superior Tinto 2015: Medalha Prata
    Revista de Vinhos – Crasto Superior Tinto 2014: 17 pontos
    Revista Wine – Crasto Superior 2010: 17 Pontos / Altamente Recomendados
    Jancis Robinson – Crasto Superior Tinto 2014: 17 pontos
    Jancis Robinson – Crasto Superior Tinto 2012: 16,5 pontos
    Wine Enthusiast – Crasto Superior Tinto 2013: 91 pontos
    Concurso Vinhos de Portugal 2017 – Crasto Superior Tinto 2014: Medalha Prata
    IV Festival do Vinho do Douro Superior – Crasto Superior Tinto 2013 – Medalha de Ouro
    7º Festival do Vinho do Douro Superior – Crasto Superior Tinto 2015 – Medalha de Ouro

 

Crasto Superior Syrah Douro Tinto 2015

  • Notas de Prova: De cor rubi carregada, apresenta no nariz agradáveis notas florais, bem integradas com aromas de frutos silvestres maduros e especiaria fina. Na boca inicia de forma harmoniosa, evoluindo para um vinho de porte sério, onde encontramos uma estrutura compacta, de taninos de textura fina. Termina elegante e com excelente persistência. Crasto Superior Syrah é um vinho que mantêm um perfil elegante, mas que consegue mostrar a garra dos vinhos produzidos na região do Douro, o que lhe permitirá evoluir positivamente em garrafa.
  • Vinificação: As uvas, provenientes da nossa Quinta da Cabreira, no Douro Superior, foram transportadas em caixas de plástico alimentar e sujeitas a uma rigorosa triagem à entrada da adega. Após um desengace total e um ligeiro esmagamento, o mosto foi transferido para cubas de fermentação em aço inox com temperatura controlada.
  • Castas: Syrah (97%) e Viogner (3%).
  • Teor de Álcool: 14,5%
  • Prémios / Referências:
    Wine Spectator – Crasto Superior Syrah 2013: 90 pontos
    Robert Parker – Crasto Superior Syrah 2015: 90 pontos
    Robert Parker – Crasto Superior Syrah 2013: 90 pontos
    Robert Parker – Crasto Superior Syrah 2014: 90 pontos
    Revista de Vinhos – Crasto Superior Syrah 2013 - 17.5 Pontos
    VI Festival do Vinho do Douro Superior – Crasto Superior Syrah 2014 – Medalha de Ouro
    Wine Enthusiast – Crasto Superior Syrah 2013: 92 pontos
    Sommelier Wine Awards 2018 – Crasto Superior Syrah 2015: Medalha Bronze
    Sommelier Wine Awards 2017 – Crasto Superior Syrah 2014: Medalha Bronze

 

Crasto Superior Douro Branco 2017

  • Notas de Prova: Vinho de cor limão com ligeiros toques dourados. Apresenta no nariz uma excelente expressão aromática onde se destacam as notas citrinas bem integradas com elegantes notas florais a uma mineralidade vibrante. Inicia na boca muito fresco, evoluindo para um vinho de excelente volume, composto por taninos de textura fina, bem envolvidos em aromas retro nasais de frutos citrinos e agradáveis sensações de mineralidade. Um vinho elegante que termina sedutor e com excelente persistência, e que pela sua acidez natural, deverá evoluir muito positivamente em garrafa.
  • Vinificação: As uvas, provenientes do Douro Superior, foram transportadas em caixas de plástico alimentar e sujeitas a uma rigorosa triagem à entrada da adega. Foram posteriormente desengaçadas e prensadas. O mosto prensado foi transferido para uma cuba de inox onde se manteve a uma temperatura de 8ºC durante 48 horas até à sua decantação. Seguidamente decorreu a fermentação alcoólica iniciada em cuba de inox e posteriormente o vinho foi transferido para barricas de carvalho francês onde terminou a fermentação com temperatura de 14ºC durante um período de 45 dias.
  • Castas: Viosinho, Verdelho
  • Teor de Álcool: 13%
  • Prémios / Referências:
    Wine Spectator – Crasto Superior Branco 2015 – 92 Pontos
    Wine Spectator – Crasto Superior Branco 2014 – 90 pontos
    Robert Parker – Crasto Superior Branco 2015: 92 pontos
    Robert Parker – Crasto Superior Branco 2013: 92 pontos
    Robert Parker – Crasto Superior Branco 2014: 91 pontos
    Sommelier Wine Awards 2015 – Crasto Superior Branco 2013: Medalha Ouro/Critics Choice
    Sommellier Wine Awards 2016 – Crasto Superior Branco 2014: Medalha Prata
    Sommelier Wine Awards 2017 – Crasto Superior Branco 2015: Medalha Prata
    Sommelier Wine Awards 2018 – Crasto Superior Branco 2016: Medalha Prata
    International Wine Chalange – Crasto Superior Branco 2014: Medalha de Bronze
    Jancis Robinson – Crasto Superior Branco 2013: 17 pontos
    Jancis Robinson – Crasto Superior Branco 2015: 16.5 pontos
    Wine Enthusiast – Crasto Superior Branco 2014: 90 pontos

 

Roquette & Cazes Douro Tinto 2015

  • Notas de Prova: De cor violeta, apresenta-se no nariz muito atractivo e com excelente complexidade onde se destacam frescas notas de frutos silvestres do Douro e elegantes notas de especiaria. Na prova de boca apresenta um início equilibrado, evoluído para um vinho de porte sério com excelente volume e textura composta por taninos aveludados. Um vinho muito elegante que termina, fresco e com excelente persistência.
  • Vinificação: Todas as uvas são vindimadas manualmente e provêm exclusivamente da sub-região do Cima Corgo e da sub-região do Douro Superior. Há chegada da Adega, passam na mesa de escolha onde é feita uma selecção minuciosa. Posteriormente são desengaçadas, suavemente esmagadas e transferidas para cubas de fermentação em inox de formato troncocónico, onde iniciam a fermentação alcoólica com temperatura controlada. Durante o processo de fermentação é utilizada a técnica francesa de "delestage", que quando efectuada em cubas de formato troncocónico tem como objectivo principal, aumentar a superfície de contacto pelicular no momento em que o mosto/vinho é lixiviado por cima das massas(chapéu). Como resultado obtêm-se um vinho concentrado e complexo, que respeita a elegância e foge á rusticidade.
  • Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz
  • Teor de Álcool: 14,5%
  • Prémios / Referências:
    Wine Spectator - Roquette & Cazes 2007: 91 pontos
    Wine Spectator – Roquette & Cazes 2014: 90 pontos
    Robert Parker – Roquette & Cazes 2013: 91 pontos
    Jancis Robinson – Roquette & Cazes 2012: 17.5 pontos
    International Wine Review – Roquette & Cazes 2006: 94 pontos
    International Wine Challenge 2017 – Roquette & Cazes 2014: Medalha Prata
    Top Ten Expovinis Brasil - Roquette & Cazes 2007
    Concurso Nacional de Vinhos - Roquette & Cazes 2007: Medalha de Ouro
    Concurso Vinhos de Portugal 2016 – Roquette & Cazes 2013: Medalha Prata
    Concurso Vinhos de Portugal 2015 – Roquette & Cazes 2012: Medalha Prata
    Concurso Vinhos de Portugal 2014 - Roquette & Cazes 2011: Medalha Prata

 

Ofertas
Entrega, Cancelamento e Devolução
Fornecedor
Logótipo Quinta do Crasto