Saltar para o conteúdo
Content ID: PR_WCS01_UCM01152124

Nicolau de Almeida - Quinta do Monte Xisto

Nicolau de Almeida - Quinta do Monte Xisto

Nicolau de Almeida - Quinta do Monte Xisto

Aproveite as Soluções de Crédito BPI para adquirir um conjunto de vinhos da Quinta do Monte Xisto, lançado exclusivamente em parceria com o BPI.

Zoom

Conjunto de Vinhos Quinta do Monte Xisto

Zoom

Quinta do Monte Xisto Oriente Tinto 2018

Zoom

Quinta do Monte Xisto Tinto 2018

Zoom

Quinta do Monte Xisto Tinto 2017

Zoom

Vinhos Quinta do Monte Xisto - Caixa Aberta

Zoom

Vinhos Quinta do Monte Xisto - Caixa Fechada

Este conjunto é constituído por 8 garrafas e é apresentado numa caixa personalizada de madeira.

  • Quinta do Monte Xisto Oriente Tinto 2018 2 75 Cl
  • Quinta do Monte Xisto Tinto 2018 3 75 Cl
  • Quinta do Monte Xisto Tinto 2017 3 75 Cl 

Condições de Financiamento

O produto só pode ser adquirido com o seu Cartão de Crédito BPI (Particular ou Empresa).

A TAEG/TAE é variável em função do Cartão de Crédito BPI utilizado para pagamento.

Cartão BPI - TAEG 13,0%, TAN 8,50%, comissão de disponibilização do cartão € 20.
Cartão BPI Gold - TAEG 15,3%, TAN 9,32%, comissão de disponibilização do cartão € 50.
Cartão Premier - TAEG 13,9%, TAN 9,75%, comissão de disponibilização do cartão € 29,97.
Cartão BPI Prémio - TAEG 13,7%, TAN 10,14%, comissão de disponibilização do cartão € 14.
Cartão ACP Master - TAEG 12,49, TAN 7,41%, comissão de disponibilização do cartão € 24.
Cartão BPI Zoom - TAEG 14,3% a 15,3%, TAN 10,5% a 11,33%, comissão de disponibilização do cartão € 0,00.

TAEG calculadas para uma utilização de crédito de € 1.500 (exceto para o Cartão BPI Gold e para o Cartão Premier, em que o exemplo é de € 2.500), para as Comissões de disponibilização acima referidas e reembolso em 12 prestações iguais de capital, acrescidas de juros às TAN acima referidas e dos impostos legais em vigor.  A taxa de juro é calculada com base em 360 dias, sem arredondamento.
Taxas válidas até 31/12/2020.

Cartão BPI Business e BPI Corporate TAE versões Classic: 19,8%, TAN 16%, Comissão de disponibilização € 30, TAE versões Gold: 21,6 %, TAN 16%, Comissão de disponibilização € 50.

TAE calculada, para um exemplo de crédito de € 1.500, TAN e Comissões de disponibilização referidas, prazo de 12 meses e reembolso único no final do prazo, nos termos do DL 220/94. A taxa de juro é calculada com base em 360 dias, sem arredondamento.

O valor do PVP será processado como uma transação de compra no extrato do seu cartão de crédito e o pagamento será realizado de acordo com a modalidade de pagamento definida.

O BPI reserva-se o direito de não processar o pedido, caso o seu cartão não se encontre em situação regular.

Campanha limitada ao stock existente.

PVP: â‚¬ 380,00

Outras Características

João Nicolau de Almeida, filho de Fernando Nicolau de Almeida, o criador do Barca Velha, e de Maria José Ramos Pinto Rosas, nasce no Porto em 1949 num contexto familiar absolutamente vínico.

O destino leva-o a estudar enologia em França (Bordeaux e Dijon), com alguns dos nomes mais relevantes da área como Émile Peynaud, Jean Ribéreau-Gayon, entre outros.

Inicia o seu percurso profissional em 1976 na Casa Ramos Pinto. Desafiado por José Ramos Pinto Rosas, então administrador da Casa, desenvolve uma série de estudos que iriam revolucionar a abordagem vitivinícola da região do Douro. Introduziu a plantação da vinha ao alto e sua mecanização, os sistemas de irrigação e realizou um estudo das castas durienses, propondo uma selecção de cinco castas recomendadas para a região, hoje amplamente cultivadas. Todo este trabalho foi realizado não só a pensar na melhoria da qualidade dos vinhos do Porto, mas também no desenvolvimento de vinhos do Douro. Em 1990 lança a primeira colheita do Duas Quintas, um dos primeiros vinhos do Douro a ser reconhecido a nível nacional e internacional como um vinho de excelência.

Paralelamente, em 1993, João Nicolau de Almeida identificou um local extraordinário para a produção de vinho. Aparentemente era um sítio improvável, sendo literalmente um monte de xisto, de muito difícil plantação. Começou a comprar terrenos, pouco a pouco, até formar a actual Quinta do Monte Xisto.

Mais tarde, desafia os seus filhos a embarcar no desenvolvimento da Quinta: Mateus e João, também formados em Enologia, arregaçaram as mangas e em 2005 iniciam a plantação de vinha. Tudo fazia sentido: por cada camada de xisto que a surriba revelava, um novo projecto se formava. Um projecto familiar onde se conjugam as perspectivas e conhecimentos técnicos de duas gerações de enólogos.


Em 2013, considerando que as condições ideais estavam reunidas, lançam a sua primeira colheita, o Quinta do Monte Xisto 2011. No entretanto, a filha mais nova de João, Mafalda, assume a comunicação e imagem do projecto.

Conversam, falam, riem sobre o xisto, sobre o engaço, sobre tractores, sobre a vinha, o vinho e a vida. Nasce assim a João Nicolau de Almeida & Filhos, continuando a presença secular da família nos vinhos do Douro.

A Quinta do Monte Xisto situa-se na Região Demarcada do Douro, mais concretamente na sub-região do Douro Superior, em Vila Nova de Foz Côa, na margem esquerda do rio Douro.


Tem uma área total de 40ha, sendo apenas 10 de vinha. Sempre foi claro na família que manter a biodiversidade do terroir era fundamental, tanto para a vinha como para a região. "Fazemos parte de um todo e é nesse todo que procuramos integrar o nosso projecto". Neste sentido, optou-se pelo modo de produção biológico com princípios da agricultura biodinâmica.

Optaram pelo tipo de plantação de vinha ao alto, com várias exposições e altitudes, de forma a permitir o blend de zonas mais quentes e mais frescas. A selecção das castas foi baseada num conhecimento adquirido ao longo de vários anos, na diversidade, respeitando a cultura do Douro, e, no terroir especifico em causa, o Douro Superior. As castas tintas são: Touriga Nacional, Touriga Francesa, Tinto Cão, Tinta da Barca, Tinta Francisca, Souzão e Roriz; casta branca: Rabigato.

Quinta do Monte Xisto Oriente Tinto 2018

Classificação: Denominação de Origem Controlada Douro.

Notas de Prova: Vinho de uma parcela na Quinta do Monte Xisto virada a Oriente. De cor aberta e pouco intensa, entramos num campo primaveril com várias nuances de frutas e flores, podendo ressaltar a cereja e a flor de murta. Prosseguimos rumo a Oriente e encontramos outros cheiros mais exóticos como incenso, noz moscada e açafrão da Índia. Na boca, a sensação é fresca e macia mostrando forma e corpo. Terminamos com um final elegante, frutado e bafejado de especiarias e extremamente bem orientados!

Castas: Tinto Cão (60%) e Tinta Francisca (40%).

Vinificação: As uvas foram vindimadas manualmente e transportadas para a adega em caixas de 20kg. Fermentação em cuba de cimento com leveduras indígenas. Estágio de 18 meses em pipas de 600 litros.

Teor de Álcool: 13,5%

Quinta do Monte Xisto Tinto 2018

Classificação: Denominação de Origem Controlada Douro.

Notas de Prova: Sedutor como sempre! Cor intensa rubi, aproximamos o nariz ao copo e o aroma vai-se descobrindo pouco a pouco. Primeiro sobressaem a esteva, o zimbro, progredindo para
um universo de frescura condimentado por ervas aromáticas. Mostra-se então vivo e cheio de fruta. Na boca ataca com volume, uma esfera macia envolta por taninos suaves desliza para um
final longo e fresco. Rendemo-nos ao seu charme e enchemos novamente o copo
.

Castas: Touriga Nacional (55%), Touriga Francesa (35%) e Sousão (5%).

Vinificação: As uvas foram vindimadas manualmente e transportadas para a adega em caixas de 20kg. Foram vinificadas em lagares com pisa a pé. A fermentação desenvolveu-se ao longo de 6 dias no lagar com leveduras indígenas. Seguiu-se um estágio de 18 meses em pipas de 600 litros.

Teor de Álcool: 13,5%

Quinta do Monte Xisto Tinto 2017

Classificação: Denominação de Origem Controlada Douro.

Notas de Prova: Um verdadeiro vinho de terroir baseado numa viticultura biológica e biodinâmica.
A primeira sensação é de volume e de intensidade cromática variada.
Agitando o vinho é vivo, vigoroso, soltando aromas de uvas, cerejas, rosmaninho, esteva e floresta
apoiados numa estrutura de delicada acidez e frescura.
Na boca é cheio, macio e aveludado. Uma enormidade de sabores contornados por taninos
elegantes e firmes enche-nos o paladar. Seguidamente com um toque virtuoso aparece uma acidez
micada, viva e cheia de brilho.
O final de boca prolonga-se com sabores que nos deixam saudades

Castas: Touriga Francesa (50%), Touriga Nacional (45%) e Sousão (5%).

Vinificação:As uvas foram vindimadas manualmente e transportadas para a adega em caixas de 20kg. Foram vinificadas em lagares com pisa a pé. A fermentação desenvolveu-se ao longo de 6 dias no lagar com leveduras indígenas. Seguiu-se um estágio de 18 meses em pipas de 600 litros.

Teor de Álcool: 13,5%

Prémios/Referências:
Wine Enthusiast: 94 pts
Revista de Vinhos Dezembro: 18,5 pts
Grandes Escolhas Dezembro: 18,5 (Melhores Vinhos de 2019) pts
Decanter Agosto: 94 pts
Jancis Robinson - Julia Harding: 17 pts
Jancis Robinson: 17 pts
Robert Parker: 93 pts

Entrega, Cancelamento e Devolução
Fornecedor