Cultura

Partilhe    

O BPI renovou o seu apoio às instituições de referência nacional ligadas às artes, como o Museu de Serralves e a Casa da Música, das quais o Banco é fundador, e a Fundação Calouste Gulbenkian, como mecenas principal do ciclo de concertos de Grandes Intérpretes.

Em 2020, o BPI contribuiu com um total de 1.58 milhões de euros para a área da cultura.

Museu de Serralves

700x233_Louise_Bourgeois

Mecenas Serralves: fundador de Serralves e mecenas exclusivo do seu Museu de Arte Contemporânea.

Mecenas das Exposições:

“Yoko Ono: O Jardim da Aprendizagem da Liberdade”, uma grande exposição retrospetiva da artista, é a primeira realizada em Portugal inteiramente dedicada à sua obra. De 30 de maio de 2020 a 15 de novembro de 2020.

“Louise Bourgeois: Deslaçar um tormento”, Esta grande exposição dedicada ao trabalho de Louise Bourgeois (Paris, 1911- Nova Iorque, 2010) cobre um arco temporal de sete décadas, revelando obras realizadas pela artista - considerada uma das mais relevantes artistas do séc. XX. De 04 dezembro de 2020 a 20 junho de 2021.

Casa da Música

700x394_Cubo_BPI

Mecenas Casa da Música: fundador e mecenas principal da Casa da Musica.

Mecenas da Sala Suggia, conhecida como o coração da Casa da Musica.

Fundação Calouste Gulbenkian

Mecenas Gulbenkian Música
Mecenas principal da Temporada Gulbenkian de Música, com ciclo de concertos de Grandes Interpretes, em mais uma temporada musical regida por elevados padrões artísticos internacionais, constituindo uma oferta diversificada única no pais, quer no que respeita a qualidade, quer em numero de concertos. Entre setembro e junho de cada ano, a Gulbenkian Musica apresenta mais de uma centena de concertos no Grande Auditório, agrupados em diversos ciclos, entre os quais se destacam Orquestra Gulbenkian, Grandes Interpretes, Piano e Met Opera Live em HD. Em 2019, a Temporada Gulbenkian de Musica apresentou 141 eventos e contou com 137 mil presenças.