Saltar para o conteúdo
Content ID: PR_WCS01_UCM01107507

Fundação "la Caixa" abre concurso para bolsas de pós-doutoramento

Candidaturas decorrem até 8 de outubro.

Fundação "la Caixa" abre concurso para bolsas de pós-doutoramento | Banco BPI

Fundação

Candidaturas decorrem até 8 de outubro.

  • O programa de bolsas de pós-doutoramento Junior Leader tem como objetivo fomentar a investigação inovadora e de alta qualidade e apoiar os melhores talentos científicos, oferecendo-lhes um ambiente atraente e competitivo no qual poderão realizar uma investigação de excelência em centros de investigação e universidades de Espanha e Portugal.
  • Cada bolsa de investigação pode atingir uma dotação máxima de €305.100 e a duração máxima é de três anos.
  • A Fundação "la Caixa", com sede em Espanha e uma das mais relevantes a nível internacional, iniciou em 2018 a sua implantação em Portugal, consequência da entrada do BPI no Grupo CaixaBank.

 Estão abertas as candidaturas para as bolsas de pós-doutoramento do programa Junior Leader, da Fundação "la Caixa". O programa destina-se à contratação de investigadores de excelência, de qualquer nacionalidade, que desejem continuar a sua carreira de investigação em território espanhol ou português. Promovido pela Fundação "la Caixa", este programa tem como objetivo fomentar a investigação inovadora e de alta qualidade e apoiar os melhores talentos científicos, oferecendo-lhes um ambiente atraente e competitivo no qual poderão realizar uma investigação de excelência. Pretende ainda consolidar as competências de investigação e fomentar a carreira científica independente como opção de futuro profissional.

O programa tem duas modalidades distintas: 

- Pós-doutoramento Junior Leader – Incoming: Atribui 30 bolsas de pós-doutoramento de 3 anos a investigadores de todas as nacionalidades, que nos últimos três anos tenham residido em Espanha ou Portugal menos de 12 meses, aos quais se oferece um contrato laboral para a realização de um projeto de investigação nos centros certificados com as distinções Severo Ochoa ou María de Maeztu, Institutos de Investigação Sanitária Carlos III e centros avaliados como excelentes pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia. As candidaturas deverão ser feitas para um centro de investigação ou universidade de um país diferente do país de residência do candidato. Esta modalidade é cofinanciada pela Comissão Europeia através das ações Marie Skłodowska-Curie do programa Horizonte 2020.
 
- Pós-doutoramento Junior Leader – Retaining: Atribui 15 bolsas de pós-doutoramento para investigadores de todas as nacionalidades, que nos últimos três anos tenham residido em Espanha ou Portugal mais de 12 meses, para realizar a sua atividade de investigação em qualquer universidade ou centro de investigação de Espanha ou de Portugal.

Os investigadores do programa Junior Leader dispõem de um contrato de três anos de acordo com a legislação laboral em vigor em Espanha ou Portugal, de acordo com as disposições em matéria de saúde e segurança laboral e de segurança social, com acesso aos recursos, equipas e instalações apropriados.

O Programa de Bolsas de pós-doutoramento Junior Leader da Fundação pretende contribuir para internacionalizar o sistema de investigação com a atração de talentos internacionais através da modalidade Incoming. A modalidade Retaining tem como objetivo contribuir para a retenção de talentos.

A investigação efetuada com a ajuda destas bolsas deve cumprir os princípios éticos da União Europeia e a legislação nacional e internacional aplicável nesta matéria, bem como a Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia e o Convénio Europeu de Direitos Humanos.

O período de candidaturas decorre até 8 de outubro e os candidatos deverão ter obtido o título de doutor num prazo de dois a sete anos antes da data de encerramento da convocatória. Cada bolsa de investigação pode atingir uma dotação máxima de €305.100 e a duração máxima é de três anos. As candidaturas podem ser efetuadas em www.juniorleaderlacaixa.pt

A Fundação "la Caixa", com sede em Espanha e uma das mais relevantes a nível internacional, iniciou em 2018 a sua implantação em Portugal, consequência da entrada do BPI no Grupo CaixaBank.