Saltar para o conteúdo
Content ID: PR_WCS01_UCM01073155

Fundação "la Caixa" lança concurso para projetos de movimentos associativos que apoiam pessoas com doenças avançadas e suas famílias

Fundação ”la Caixa” lança concurso para projetos de movimentos associativos | Banco BPI

Fundação ”la Caixa” lança concurso para projetos de movimentos associativos  | Banco BPI

  • No âmbito do Programa de Apoio Integral a Pessoas com Doenças Avançadas da Fundação "la Caixa" em Portugal, designado por Programa Humaniza, é lançado um concurso para apoiar projetos de movimentos associativos com reconhecida intervenção no âmbito de doenças avançadas.
  • A Fundação "la Caixa", com a colaboração do Ministério da Saúde e das Secretarias Regionais da Saúde dos Açores e da Madeira, pretende reforçar a intervenção de três associações de doentes, familiares e amigos, profissionais e/ou voluntários já existentes em Portugal.
  • A Fundação "la Caixa", com sede em Espanha e uma das mais relevantes a nível internacional, iniciou este ano a sua implantação em Portugal, consequência da entrada do BPI no Grupo CaixaBank.

 
No âmbito do Programa Humaniza, a Fundação "la Caixa" pretende reforçar o impacto de associações já existentes em Portugal com intervenção relevante junto de pessoas com doença avançada e respetivas famílias, apoiando a implementação de projetos inovadores de sensibilização pública e/ou promoção de apoio durante a doença e/ou luto no âmbito psicossocial e espiritual.

A Fundação "la Caixa" irá lançar no próximo dia 24 de outubro um concurso dirigido a entidades privadas sem fins lucrativos com o intuito de reforçar a intervenção de três associações representativas de doentes, familiares, profissionais, amigos e/ou voluntários, com reconhecida intervenção no âmbito de doenças avançadas, com o objetivo de promover e financiar a implementação de projetos inovadores de sensibilização pública e/ou de promoção de apoio durante a doença e/ou luto no âmbito psicossocial e espiritual, a doentes e às suas famílias.

O apoio aos projetos terá a duração de um ano, com possibilidade de renovação por um período máximo de três anos, dependente do cumprimento dos objetivos e dos resultados estabelecidos para o projeto, que serão avaliados anualmente. O apoio financeiro conferido pela Fundação "la Caixa" a cada entidade selecionada corresponderá a um montante máximo de 50.000 € por ano a determinar de acordo com a dimensão final do projeto.

O prazo de submissão das candidaturas tem início no dia 24 de outubro e termina no dia 28 de novembro de 2018. Posteriormente, uma comissão composta por especialistas será responsável por avaliar os projetos submetidos.

Com o reconhecimento da Organização Mundial da Saúde, o Programa de Apoio Integral a Pessoas com Doenças Avançadas da Fundação "la Caixa" complementa a ação governamental, reforçando sobretudo o apoio psicossocial e espiritual a pessoas com doenças avançadas e seus familiares, através da atuação de profissionais com a formação e experiência necessárias para prestar os melhores cuidados. As associações de doentes, familiares e amigos, profissionais e voluntários são também participantes ativos nesta missão, assumindo os movimentos associativos, muitas vezes, a representação pública das pessoas doentes e dos que delas cuidam.

No âmbito do Programa Humaniza, a Fundação "la Caixa", o Ministério da Saúde e os Governos Regionais das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores já impulsionaram a criação de 10 equipas de apoio psicossocial para reforçar o apoio a pessoas em fim de vida. Ainda este ano as equipas começarão a desenvolver a sua ação no terreno.
 

Implementação em Portugal

A Fundação "la Caixa", com sede em Espanha e uma das mais relevantes a nível internacional, está a desenvolver o seu plano de ação para 2018 em Portugal, consequência da entrada do BPI no Grupo CaixaBank. O apoio a pessoas com doenças avançadas e seus familiares é uma das linhas estratégicas deste plano, no qual também se destacam o fomento do emprego junto de grupos vulneráveis, o apoio a projetos de investigação e a divulgação da cultura e da ciência.

A Fundação "la Caixa" mantém o seu compromisso de alcançar um investimento de até 50 milhões de euros anuais nos próximos anos, quando todos os seus programas estiverem implementados e a funcionar em pleno.