BestHealth4U e Advertio vencem Prémios Empreendedor XXI em Portugal
Share
Iniciativa organizada pelo BPI e CaixaBank, através do DayOne, conta com o apoio institucional do Ministério da Economia e uma parceria com a Agência Nacional de Inovação (ANI).
06-05-2021
  • Vencedoras recebem prémio monetário de cinco mil euros, acesso a um programa de formação internacional em Silicon Valley e mentoring especializado.
  • A ANI - Agência Nacional de Inovação, através do programa Born from Knowledge (BfK), distinguiu a start-up AgroGrIN Tech que apresentou o melhor projeto nacional “nascido do conhecimento científico e tecnológico”.

As start-ups portuguesas BestHealth4U e Advertio foram as vencedoras da 4ª edição dos Prémios Empreendedor XXI (PEXXI) em Portugal. Trata-se de uma iniciativa organizada pelo BPI e pela DayOne, divisão do CaixaBank especializada para empresas de tecnologia, inovação e respetivos investidores, em parceria com a ANI – Agência Nacional de Inovação e que conta com o apoio institucional do Ministério da Economia.

A BestHealth4U é especializada no desenvolvimento de materiais inovadores para dispositivos médicos que se ligam à pele, desde pensos para feridas até adesivos de monitorização médica digital, promovendo uma melhor qualidade de vida e saúde para os doentes, ao mesmo tempo que reduzem o seu impacto económico e ambiental.

A Advertio é uma plataforma de aquisição de clientes que tem como objetivo tornar o crescimento dos negócios através do Marketing Digital, acessível a todo o tipo de utilizadores (desde agências de Marketing a pequenas empresas). Facilita aos seus utilizadores a aquisição de novos clientes para os seus negócios, recorrendo a tecnologias como a inteligência artificial e combinando os conteúdos online dos próprios utilizadores com a criação automática de anúncios, audiências e palavras-chave personalizadas. A Advertio assume o risco pelos seus Clientes, que pagam apenas pelos clientes adquiridos.

No âmbito da sua parceria com o BPI, a ANI – através do programa Born from Knowledge (BfK) – distinguiu a start-up AgroGrIN Tech, enquanto o melhor finalista nacional “nascido do conhecimento científico e tecnológico” a concurso, com o troféu ‘Árvore do Conhecimento’. Esta empresa implementa soluções inovadoras e sustentáveis para empresas que geram desperdícios de frutas e vegetais, permitindo a transformação de 100% dos resíduos em novos ingredientes alimentares e nutracêuticos. A AgroGrIN Tech é responsável pelo desenvolvimento de uma tecnologia patenteada que permite a redução de 14% das emissões de CO2 que o setor agroalimentar emite para a atmosfera. Desde 2018, a ANI já premiou três projetos de base científica e tecnológica no âmbito dos Prémios Empreendedor XXI através do BfK Awards. 

A cerimónia de entrega de prémios realizou-se de forma virtual, com streaming em direto, e contou com um testemunho real da Feedzai, uma empresa portuguesa dedicada à inteligência artificial para prevenir e detetar fraude nos pagamentos em instituições financeiras, que, depois da Farfetch, da Outsystems e da Talkdesk, entrou no restrito grupo dos unicórnios de origem portuguesa, com uma avaliação acima dos mil milhões de dólares, o patamar mínimo para o referido estatuto.
 

Prémios para as melhores empresas de cada território e de cada setor

No total, candidataram-se a esta edição 955 empresas a nível ibérico, das quais 171 portuguesas: 85 na região Norte e Centro, de onde saíram as vencedoras BestHealth4you e AgroGrIN Tech, e 86 na região Sul e Ilhas, onde se encontra a Advertio.

Os PEXXI decorrem em paralelo, em Portugal e em Espanha, no caso dos “Prémios Territoriais” (2 regiões em Portugal e 17 em Espanha), e em conjunto, nos “Prémios Desafios”, que serão atribuídos em junho de 2021. A estes últimos, concorrem todas as empresas candidatas (portuguesas e espanholas) aos oito desafios destacados: Cidade XXI (cidades mais sustentáveis, seguras, conectadas e adaptadas), Vive XXI (digitalização, novos modelos de negócios e reativação do setor hoteleiro, restaurante, turismo e lazer), Bem-estar XXI (a saúde dos cidadãos), Semente XXI (transformação digital e inovação no setor agroalimentar), Planeta XXI (sustentabilidade ambiental), Banca XXI (um novo modelo bancário mais próximo do cliente), Juntos XXI (iniciativas de impacto social), Deeptech XXI (aumentar a competitividade da indústria graças à transferência de ciência e tecnologia).

Os vencedores dos prémios territoriais receberão um prémio monetário de 5 mil euros e os vencedores dos desafios receberão um prémio monetário de 15 mil euros. Todos os vencedores e um finalista de cada desafio terão também acesso a um programa de formação internacional em Silicon Valley e mentoring especializado.

Os Prémios Empreendedor XXI foram lançados há 14 anos em Espanha pelo CaixaBank, através da DayOne, e a iniciativa foi alargada à participação portuguesa, através do BPI, desde 2017.

Os prémios são dirigidos a jovens start-ups inovadoras e tecnológicas e visam impulsionar as mais corajosas e com melhores soluções para responder aos desafios do futuro, permitindo acelerar o seu processo de crescimento e expansão global.

Desde a sua criação, em 2007, o programa investiu 6,63 milhões de euros em prémios, que já beneficiaram mais de 430 empresas. Ao longo de sua história, mais de 8.900 start-ups já participaram e mais de 3.300 profissionais estiveram envolvidos em comités e júris.

Com os Prémios Empreendedor XXI, o CaixaBank e o BPI pretendem contribuir para o desenvolvimento de empresas jovens e inovadoras com elevado potencial de crescimento. Ao longo da sua trajetória, consolidaram-se como um prémio de referência para start-ups em Espanha e a partir de 2018 também em Portugal.

Print