Saltar para o conteúdo
Content ID: PR_WCS01_UCM01142292

nota breve 05.08.2020

Portugal: Pandemia contribui para a queda da população empregada

Portugal: Pandemia contribui para a queda da população empregada - 05.08.2020

Portugal: Pandemia contribui para a queda da população empregada - 05.08.2020

Portugal: Pandemia contribui para a queda da população empregada

Os dados do 2T refletem completamente os efeitos da pandemia no mercado de trabalho neste período, ainda que em maio e junho se tenha iniciado o levantamento gradual das medidas de restrição, deixando ainda empresas e famílias longe da normalidade pré-COVID. Apesar da gradual retoma à normalidade, importa destacar que o ambiente de elevada incerteza constitui um risco significativo para a nossa previsão de uma taxa de desemprego de 10% para o conjunto do ano.

Relativamente aos principais indicadores:

  • A população empregada caiu 3.8% homólogo no 2T 2020 (-2.8% em cadeia).
  • A taxa de desemprego situou-se em 5.6% (6.7% no 1T 2020 e -0.7 p.p., face ao trimestre homólogo). Por outro lado, a taxa de subutilização do trabalho aumentou para 14.0% (12.9% no 1T 2020 e 12.4% no trimestre homólogo).
  • A população inativa (com 15 ou mais anos) aumentou em 7.5% homólogo (+270,300 indivíduos), o aumento mais significativo desde 2011.