BPI participa em emissão sindicada de obrigações verdes da Sonae Capital

Partilhe    
40,8 milhões de euros para financiar uma central termoelétrica de biomassa florestal no concelho de Mangualde.
13-10-2021
  • Emissão destina-se a financiar uma central termoelétrica de cogeração a biomassa florestal, situada no concelho de Mangualde.
  • O BPI atuou como Banco Co-organizador e Agente da operação.

A Sonae Capital, através da Sociedade de Iniciativa e Aproveitamentos Florestais – Energia, detida pela sua subsidiária Capwatt, e o BPI, enquanto co-organizador e agente do financiamento, lançaram uma emissão de Project Green Bonds.

A emissão em regime de Project Finance, no montante total de 40,8 milhões de euros, destinar-se-á a refinanciar os investimentos da SIAF na construção de uma central termoelétrica de biomassa florestal, situada no concelho de Mangualde.

Este investimento da Sonae Capital na central de biomassa, com 10 MW de potência elétrica, visou substituir uma central de cogeração, que se encontrava em operação no mesmo local.

A Central de Biomassa de Mangualde contribui para a descarbonização do sector electroprodutor e da indústria portuguesa, tendo igualmente um contributo importante para a otimização da gestão florestal da região e, consequentemente, para a minimização do risco de incêndios florestais. Esta central valoriza cerca de 300 mil toneladas de biomassa anualmente, promovendo a economia circular e satisfazendo a totalidade das necessidades de energia térmica da unidade industrial da Sonae Arauco na mesma localização e gerando adicionalmente 83 GWh/ano de energia renovável descentralizada.

A emissão alinha-se com as condições estabelecidas pelos Princípios de Obrigações Verdes (Green Bond Principles) publicados pela International Capital Market Association, tendo obtido uma Second Party Opinion (SPO) positiva da empresa de ratings ESG e de research independente especializada Sustainalytics.

Enquanto organizador e subscritor desta emissão, o BPI contribui com uma solução de financiamento estruturado e sustentável, reforçando o seu papel de financiador de referência das empresas portuguesas através da adoção de soluções inovadoras e sustentáveis.

BPI reforça compromisso com as emissões de Obrigações Verdes

O BPI e o Grupo CaixaBank estão muito empenhados no financiamento sustentável, apoiando, através da sua atividade, iniciativas e projetos amigos do ambiente que contribuem para prevenir, mitigar e responder às alterações climáticas e à transição para uma economia com baixo teor de carbono.

O Grupo destaca-se pela implementação de princípios de investimento responsável e pelo seu compromisso com o investimento sustentável como estratégia de gestão de riscos globais e de geração de retornos sustentáveis a longo prazo.

Em 2019, o BPI estreou o mercado de Sustainable Finance com a emissão das primeiras Obrigações Verdes admitidas à negociação em Portugal, no mercado Euronext Access Lisboa, emitidas pela Sociedade Bioelétrica do Mondego, S.A. (SBM), subsidiária do Grupo Altri. 

Em 2020, o BPI, com o apoio do CaixaBank, participou em duas das emissões mais importantes do mercado português: a primeira emissão de obrigações verdes da Corticeira Amorim e as obrigações ESG da Sonae SGPS, pioneira na introdução de objetivos para a igualdade de género em postos de direção.

Já este ano, o BPI e o CaixaBank participaram como assessores em algumas das mais importantes operações de financiamento sustentável em Portugal:
 

  • NOS: estruturação de uma operação de financiamento sustentável de 30 milhões de euros, repartido entre um Programa de Papel Comercial e um Empréstimo Obrigacionista.
  • BA Glass: estruturação de um Programa de Papel Comercial de 75 milhões de euros, com condições associadas a indicadores de sustentabilidade, como o consumo de água e a redução das emissões de carbono.
  • Navigator: estruturação de uma operação de financiamento sustentável, sob a forma de Empréstimo Obrigacionista, tendo tomado firme a totalidade da emissão de 100 milhões de euros. Uma parte da margem do financiamento encontra-se indexada ao desempenho da Navigator em dois indicadores ESG (Environmental, Social and Governance): redução de emissões CO2 e aumento da percentagem de madeira certificada adquirida no mercado nacional.

Deste modo o Grupo CaixaBank consolidou no terceiro trimestre a sua posição como 5º banco em Financiamento Sustentável a nível europeu, de acordo com a Refinitive.

Sobre a Sonae Capital
A Sonae Capital é uma holding de investimento que detém um portefólio diversificado nas áreas da Energia, Engenharia Industrial, Fitness e Hotelaria. A empresa detém, ainda, uma área de Activos Imobiliários não estratégicos destinados ao financiamento da sua estratégia corporativa.
Com um Volume de Negócios de 308 milhões de euros em 2020, a Sonae Capital aspira ser uma long-living investment company, focada na criação sustentada de valor económico, social e ambiental.

Sobre a Capwatt
A Capwatt, detida integralmente pela Sonae Capital, promove soluções integradas de energia, maximizando as sinergias entre a produção descentralizada, o fornecimento de serviços e a comercialização de energia, satisfazendo todas as necessidades energéticas dos seus clientes, sempre com foco na eficiência energética e sustentabilidade. Presente em Portugal, México e Espanha, esta empresa tinha, no final de 2020, 200 MW de potência elétrica sob gestão, sendo 29% em energia renovável e 71% em cogeração.

Sobre o BPI:
O BPI, detido a 100% pelo CaixaBank, está centrado na atividade de banca comercial em Portugal, usando de forma integrada a sua rede de distribuição especializada e os canais digitais para disponibilizar uma extensa oferta de serviços e produtos financeiros para Clientes empresariais, institucionais e particulares.

No mercado doméstico, o BPI serve cerca de 2 milhões de Clientes e é a quinta maior instituição financeira a operar em Portugal no que respeita a ativos (38.5 mil milhões de euros), com quotas de mercado de 10,7 % em crédito e em depósitos de Clientes.

Sobre o CaixaBank:
O CaixaBank é o grupo financeiro líder em Espanha e um dos mais importantes em Portugal, onde controla 100% do BPI. O banco tem 21,1 milhões de clientes no mercado ibérico, a maior rede comercial da península, com cerca de 6.300 agências e 15.400 ATMs, e liderança na banca digital com 10,4 milhões de clientes digitais.

A essência do CaixaBank é um modelo de banca universal socialmente responsável, assente na qualidade, proximidade e especialização em produtos e serviços adaptados a cada segmento. A sua missão é contribuir para o bem-estar financeiro dos seus clientes e apoiar o progresso das comunidades onde atua.