Partilhe    

 

 

Prémio BPI Fundação la Caixa Rural 2021
 
Prémio BPI la Caixa Rural

O BPI e a Fundação "la Caixa" lançam a 3ª edição do Prémio Rural, um prémio que tem como objetivo apoiar projetos sociais em meio rural e gerar oportunidades para famílias, crianças, idosos e outros grupos em risco de exclusão social.

O valor do Prémio Rural é de 700 mil euros e podem candidatar-se todas as instituições privadas sem fins lucrativos que apresentem projetos sólidos e inovadores nesta área.

Criado em 2019, o Prémio Rural atribuiu 1,5 milhões euros a 42 projetos.

 

 


Candidaturas

Fechadas. Terminaram a 5 de julho.

Cada entidade promotora só pode apresentar 1 candidatura por Prémio, candidaturas a 2 Prémios e só poderá ser premiada uma vez em cada edição.

Na edição 2021, são 5 os Prémios que se distinguem entre si, pelo seu âmbito de atuação - Prémio Capacitar, Solidário, Seniores, Infância e Rural.

A quem se destina

A todas as instituições privadas sem fins lucrativos, com sede ou delegação legalmente constituída em Portugal ou com núcleos com autonomia comprovada, há pelo menos um ano, com projetos que visem apoiar ações sociais em âmbito rural.

Prémio

O apoio financeiro poderá ser até 80% do custo total do projeto, com os seguintes limites máximos de comparticipação:

Apoio 1 ano 2 anos
Sem parceria 40.000€ 80.000€
Com parceria 60.000€ 120.000€

Critérios de avaliação

Todas as candidaturas serão avaliadas e selecionadas de acordo com os seguintes critérios:

  • Qualidade - tendo em conta a experiência da instituição e programação do projeto;
  • Sustentabilidade - com base na solidez económica da entidade e adequação dos recursos do projeto;
  • Relevância - tendo em conta a inovação e impacto social esperado.

Terão valorização adicional candidaturas que apresentem projetos em parceria com uma ou mais entidades, em que a complementaridade permite otimizar os recursos do projeto.

Ações prioritárias

São consideradas prioritárias para efeitos de seleção de candidaturas as ações que visam solução para os seguintes temas:

  • Apoio ao envelhecimento, deficiência e transtorno mental: autonomia pessoal e apoio integral no local de residência, melhoria do acesso a serviços básicos.
  • Apoio à infância, juventude e a pessoas em situação de exclusão social: ação educativa e atividades comunitárias para a infância e juventude, promoção da inclusão de grupos vulneráveis.
  • Ações de desenvolvimento socio laboral: apoio à capacitação e ao empreendedorismo, promoção da diversificação e da atividade económica baseada em recursos locais.
  • Apoio à valorização da comunidade local: promoção da participação social intergeracional, valores culturais, e gestão da diversidade e da inclusão.
  • Melhoria da qualidade de vida das pessoas em situação de dependência, doença crónica ou cuidados paliativos.

Enquadramento

Os Prémios BPI Fundação "la Caixa" regem-se por um regulamento que tem como suporte documentos de apoio à candidatura de caráter vinculativo. São 5 os Prémios, com diferentes prazos de candidatura e que se distinguem entre si, pelo seu âmbito de atuação.

Estado

Candidaturas fechadas.

Como se candidatar

As candidaturas são efetuadas on-line, em premiosbpi.fundacaolacaixa.pt, efetuando os seguintes passos:

  1. Registo prévio das entidades promotoras e entidades parceiras, submetendo um processo de acreditação. Note-se que:
    i) entidades com candidaturas anteriores, já se encontram acreditadas, devendo validar e atualizar a informação, se necessário.
    ii) entidades que se candidatam pela primeira vez em 2021, devem submeter um novo processo de acreditação.
  2. Preencher o formulário de candidatura e anexar toda a documentação necessária.

Documentação

A candidatura exige a aceitação das condições do regulamento do prémio. Antes de se candidatar consulte o regulamento e toda a documentação de apoio de caráter vinculativo:

Regulamento Prémio Rural
Lista de Documentos a entregar
Guia de apoio
Prémio Rural - Zonas Geográficas
Perguntas Frequentes

Júri

O Júri, nomeado pelo BPI e pela Fundação "la Caixa" para os 5 Prémios, é composto pelos seguintes elementos:

  • António Barreto - Presidente do Júri
  • António Seruca Salgado
  • Carlos Farinha Rodrigues
  • Juana Prats Montmany
  • Rafael Chueca Blasco

Contactos

(disponível das 8h às 20h)
premiosbpi.fundacaolacaixa@bancobpi.pt
800 22 33 44



Projetos Premiados 2021

AIIR, Associação de Apoio à Inclusão de Imigrantes e Refugiados

Promover a interculturalidade

  • Construir um programa de comunidades interculturais através do desenvolvimento sociolaboral, da redução de barreiras sociais a da criação de uma rede local de suporte;
  • Ajudar a enraizar migrantes ou pessoas em situação de vulnerabilidade, contribuindo para o repovoamento, fixação e dinamização do território.

Guarda | € 32.260

 

 

AMU - Cooperação e Solidariedade Lusófona por um Mundo Unido

Fortalecer relações intergeracionais

  • Dinamizar momentos de convívio e atividades culturais entre a população sénior e os jovens e melhorar o sentimento de pertença a uma comunidade;
  • Contribuir para a valorização da tradição oral e cultural através da proximidade intergeracional.

Alenquer | € 18.380

 

 

Associação Apojovi

Valorização das memórias

  • Recuperar a tradição da produção de linho através da aplicação de tecnologias inovadoras;
  • Valorizar as memórias e saberes da população sénior, contribuindo para o seu reconhecimento como agente ativo na recuperação da identidade e das raízes culturais.

Montemor-o-Velho | € 19.980

 

 

Associação BioLiving

Combater o isolamento

  • Desenvolver atividades de voluntariado e educação ambiental, passeios interpretativos e sessões intergeracionais de partilha de saberes;
  • Combater a exclusão e isolamento social da população sénior através da dinamização de sessões intergeracionais em zonas rurais.

Albergaria-a-Velha | € 29.080

 

 

Associação Cultural e Social de Sanfins do Douro

Apoiar o cuidador informal

  • Criar soluções de apoio domiciliário com cuidados abrangentes e maior intervenção especializada em saúde;
  • Colmatar as dificuldades sentidas pelos cuidadores informais em contexto domiciliário.

Alijó | € 18.090

 

 

Associação de Desenvolvimento das Terras do Regadio

Combater a solidão

  • Promover ateliers de rua que ajudem a reativar tradições festivas locais.
  • Combater o isolamento social e o aumento das demências junto da população mais velha.

Ferreira do Alentejo | € 29.950

 

 

Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Pedrógão Grande

Envelhecimento ativo

  • Proporcionar espaços de cultura, lazer, voluntariado e atividades sociais dirigidos à população sénior.
  • Contribuir para impulsionar as relações sociais e culturais visando um envelhecimento ativo promotor de qualidade de vida.

Pedrógão Grande | € 34.000

 

 

Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino

Agricultura intergeracional

  • Constituir uma Bolsa de Colaboração Agrícola que junte agricultores idosos que necessitem de apoio nas suas pequenas explorações familiares e estudantes em situação de pobreza;
  • Promover a qualidade de vida dos agricultores e a inserção social dos jovens na comunidade, facilitando ainda a introdução de tecnologias que facilitem as práticas agrícolas.

Vimioso | € 34.000

 

 

Associação Promoção Social, Recreativa, Desportiva e Humanitária de Maceira

Capacitar cuidadores informais

  • Intervir na área da educação para a saúde junto de cuidadores informais de pessoas em condição de dependência;
  • Capacitar os Cuidadores Informais e melhorar o seu bem-estar e qualidade de vida.

Fornos de Algodres | € 39.250

 

 

Associação Quinta das Águias

Educação ambiental

  • Criar um programa pedagógico de educação ambiental e de desenvolvimento integral da criança através do contacto direto com a Natureza;
  • Sensibilizar e educar para uma cidadania mais responsável e promover a proteção do ambiente e da biodiversidade.

Paredes de Coura | € 34.000

 

 

Casa do Povo de Santo António

Serviços de proximidade

  • Assegurar o transporte que permita apoiar diariamente a vida dos mais velhos em meio rural, de forma a incentivar a convivência e combater o isolamento;
  • Aumentar a qualidade de vida dos beneficiários assegurando o seu bem-estar físico, psíquico, familiar e social.

Ponta Delgada | € 23.220

 

 

Centro de Apoio a Idosos de Moreanes

Jardim Comunitário

  • Criar um jardim aromático comunitário como forma de combate do isolamento social, familiar e geográfico;
  • Promover o envelhecimento ativo e produtivo, o convívio e a solidariedade intergeracional.

Mértola | € 25.390

 

 

Centro Social do Vale do Homem

Horta Social

  • Criação uma horta social que alie o património cultural imaterial a um modelo de empreendedorismo para contribuir para o desenvolvimento social da região;
  • Contribuir para a estimulação sensorial dos idosos e a capacitação e empoderamento de pessoas socialmente vulneráveis com fim na sua integração socioprofissional.

Vila Verde | € 30.000

 

 

Centro Social e Cultural de S. Pedro de Bairro

Potenciar sinergias

  • Implementar um Fórum de Sinergias e uma Unidade Móvel de Prestação de Serviços de Horticultura;
  • Promover a capacitação pessoal, social, técnico e profissional de beneficiários no limiar da exclusão social.

Vila Nova de Famalicão | € 28.710

 

 

Centro Social e Cultural de Santo Aleixo

Combater o isolamento

  • Ajudar a combater o isolamento social, através da atividade física, da estimulação cognitiva, da capacitação digital e de atividades de mobilidade de âmbito cultural e patrimonial;
  • Capacitar os familiares e cuidadores para a promoção da saúde da pessoa mais velha, através de sessões de enfermagem.

Covilhã | € 35.410

 

 

CRESAÇOR - Cooperativa Regional de Economia Solidária, CRL

Plataforma itinerante de Inclusão pela Cultura

  • Facilitar o acesso à cultura, combater a inatividade física e emocional e dinamizar experiências culturais através da capacitação dos beneficiários;
  • Impulsionar a educação cultural e aprofundar o sentido de pertença das populações infantojuvenis rurais.

Ponta Delgada | € 34.000

 

 

Human Coop, CRL

Promover a inclusão social e digital

  • Dotar de capacidades digitais e tecnológicas as pessoas mais velhas socialmente e geograficamente;
  • Sensibilizar para uma utilização correta dos equipamentos tecnológicos e sensibilizar para os perigos da internet.

Abrantes | € 11.320

 

 

Irmandade da Santa Casa da Misericórdia Penalva do Castelo

Jardim terapêutico

  • Criar um jardim sensorial e uma horta para proporcionar a retoma de vivências passadas ligadas ao mundo rural;
  • Proporcionar um ambiente terapêutico e sensorial que combata emoções negativas e que provocam o decréscimo das capacidades funcionais.

Penalva do Castelo | € 31.690

 

 

Reencontro, associação social, educativa e cultural

Retardar a institucionalização

  • Estimular a criatividade e a atividade física no domicílio, com recurso à tecnologia, de modo a retardar a necessidade de institucionalização;
  • Criar uma unidade snozelen e um kit móvel para deslocação para apoiar de forma integrada pessoas as mais velhas e pessoas com incapacidade.

Gouveia | € 26.400

 

 

Santa Casa da Misericórdia de Alcáçovas

Rastreio da saúde mental

  • Promover um rastreio da saúde mental em pessoas mais velhas autónomas e cuidadores formais e informais;
  • Sinalizar doenças mentais em fase inicial, potencialmente agravadas pela pandemia, e assim ajudar a prevenir a institucionalização precoce.

Viana do Alentejo | € 20.030

 

 

Santa Casa da Misericórdia de Alcanede

Comunidade intergeracional

  • Promover ações nas associações recreativas, direcionadas à população sénior;
  • Envolver jovens como voluntários para eliminar o isolamento de idosos, recorrendo às tecnologias.

Santarém | € 33.840

 

 

Semente de Futuro Cooperativa de Solidariedade Social

Empoderamento comunitário

  • Criar uma rede de partilha intergeracional para combater o desenraizamento e o distanciamento da terra, da cultura e dos saberes da ruralidade;
  • Dar autonomia a indivíduos e, através da liderança partilhada, encontrar soluções para os seus problemas e os da comunidade.

Arouca | € 54.000

 

 

Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla - Delegação de Coimbra

Capacitar para a inclusão

  • Capacitar pessoas com Esclerose Múltipla e outras patologias neurodegenerativas para a inclusão e cidadania;
  • Definir planos individuais e assegurar o apoio de uma equipa multidisciplinar.

Coimbra | € 27.190

 

 

VERDEKUI - Associação de Ação Social

Jogar para aprender e avaliar

  • Desenvolver um jogo didático para telemóvel que tem como objetivo avaliar habilidades cognitivas e de perceção visual, auditiva e articulação de sons;
  • Estimular competências sócio emocionais e identificar eventuais dificuldades de aprendizagem junto de crianças e jovens com e sem deficiências sensoriais.

Sabugal | € 29.810

 

 
Projetos Premiados 2020
Projetos Premiados 2019