Saltar para o conteúdo
Content ID: PR_WCS01_UCM01066673

Fundação "la Caixa" lança programa de apoio à arte contemporânea em Portugal

Fundação "la Caixa" lança programa de apoio à arte contemporânea em Portugal | Banco BPI

Fundação

A Fundação "la Caixa" vai destinar 10 milhões de euros este ano para o desenvolvimento de ações sociais, científicas e culturais no país

  • Como parte da sua ação em Portugal, a Fundação "la Caixa" abre um novo concurso para bolsas com duas linhas: a promoção da curadoria emergente e a produção de obras de arte.
  • Esta iniciativa reúne toda a experiência da Fundação "la Caixa" ao longo dos anos no apoio de novos talentos culturais em Espanha.
  • A entidade abre hoje o período de registo dos dois concursos do programa de Apoio à Criação - Coleção "La Caixa" de Arte Contemporânea. Os vencedores serão anunciados em dezembro de 2018.
  • A Fundação Bancária "la Caixa", a primeira fundação em Espanha e uma das mais relevantes a nível internacional, iniciou este ano a implementação da sua ação em Portugal, em resultado da entrada do BPI no Grupo CaixaBank.

A Fundação "la Caixa" lança a partir de hoje em Portugal dois concursos para promover a criação no campo da arte contemporânea: um primeiro concurso para os artistas poderem tornar realidade e produzirem as suas obras de arte e um segundo para dar apoio a curadores emergentes.

A Fundação Bancária "la Caixa", a primeira fundação em Espanha e uma das mais importantes a nível internacional, iniciou este ano a implementação da sua ação em Portugal, como resultado da entrada do BPI no Grupo CaixaBank. Em 2018, destinará 10 milhões de euros para o desenvolvimento de iniciativas sociais, científicas e culturais em Portugal.

Com este duplo concurso do programa "Apoio à Criação" - Coleção de Arte Contemporânea "La Caixa", de apoio à produção e à curadoria, a Fundação "la Caixa" continua a sua longa trajetória de compromisso com novos talentos no campo da cultura em geral e nas artes visuais em particular. Ao longo dos anos, reforçando o seu compromisso com a arte emergente, a Fundação "la Caixa" tem realizado diversas iniciativas com o intuito de projetar jovens que iniciam sua trajetória profissional.

Por outro lado, este programa está ligado a uma intenção histórica da Fundação Bancária "la Caixa": aumentar a capacidade de gerar conhecimento e sensibilidade para a arte mais atual. Tornar a criação contemporânea conhecida pela quebra das barreiras que, muitas vezes, a separam do público é um dos objetivos da Fundação no campo cultural. Nesse sentido, a Coleção de Arte Contemporânea "la Caixa" - atualmente composta por mais de mil obras - constitui um ponto de referência artística internacional, como se demonstra pelo empréstimo regular de algumas de suas obras para exposições em todo o mundo e a constante organização de exposições apoiadas pelos fundos da Fundação "la Caixa".


Concurso de apoio para a produção de obras de arte

O concurso de apoio à produção artística lançada este ano pela Fundação "la Caixa" pretende ser uma força motriz para os artistas que necessitam de apoio económico e profissional para produzir uma obra de arte.

O objetivo da ajuda não está centrado na exposição, mas sim em fornecer os recursos necessários para a produção da obra para que esta possa vir a integrar uma exposição ou qualquer outro formato que lhe dê visibilidade sendo este um requisito obrigatório para a obtenção do apoio.

Sem limite de idade, embora com interesse especial em arte emergente – autores com menos de 30 anos – o concurso pretende fornecer os recursos necessários para produzir um trabalho que requeira este incentivo económico e profissional para a sua realização.

O apoio económico inclui os honorários para o artista e o custo da produção da obra. Além disso, a Fundação "la Caixa" oferecerá assessoria e acompanhamento aos artistas seleccionados, bem como a possibilidade de aceder a outros recursos externos para complementar o projeto.

O programa tem um caráter bienal e é dirigido a artistas de nacionalidade portuguesa e espanhola, ou residência num destes países, procurando assim tornar-se uma referência fundamental no campo artístico peninsular. No entanto, a exposição final do trabalho pode ser realizada em qualquer contexto artístico de âmbito nacional ou internacional.

Uma vez produzidas e expostas no seu contexto específico, todas as obras ficarão sob a responsabilidade do comité consultivo da Coleção de Arte Contemporânea "la Caixa", que avaliará a sua aquisição e inclusão na coleção.


Programa de apoio ao curador


Paralelamente à implementação desta nova convocatória, a Fundação "la Caixa" está comprometida em apoiar a curadoria, com o objetivo de contribuir para a profissionalização do setor.

Este programa bienal concede três bolsas para realizar exposições no CaixaForum, em Barcelona. Os curadores podem escolher entre as mais de mil obras que compõem a coleção "la Caixa" e também o Museu de Arte Contemporânea de Barcelona (MACBA), que coloca as suas coleções à disposição dos curadores. Estarão disponíveis obras de conceituados autores como Joseph Beuys, Antoni Tàpies, Gerhard Richter, Bruce Nauman ou Juan Muñoz.

O programa de apoio ao curador da Fundação Bancária "la Caixa" destina-se a curadores de arte com menos de 40 anos de idade, com nacionalidade portuguesa ou espanhola, ou residência num dos dois países, e que tenham previamente realizado curadoria a um mínimo de três exposições. Os curadores que tenham uma carreira profissional consolidada não se poderão candidatar.

A aposta será em projetos inovadores, tanto em termos de leituras e reflexões como em relação a formas criativas de abordagem.

As exposições serão incluídas no programa anual da CaixaForum Barcelona, ficando em aberto a possibilidade de as exposições se tornarem itinerantes, bem como a possibilidade de serem estabelecidas possíveis colaborações com outras instituições. As exposições podem incluir também trabalhos de jovens artistas que iniciam sua carreira profissional como complemento à Coleção "la Caixa", desde que sejam trabalhos já produzidos e que não façam parte do espólio de outra instituição. Cada um dos curadores selecionados receberá 6.000 euros pelo seu projeto e contará com os recursos e assessoria da equipa da exposição da Fundação "la Caixa".

O prazo para a apresentação de candidaturas estará aberto até 17 de setembro, no caso do concurso para curadores, e até o dia 25 de setembro, para o concurso da produção de obras de arte.

Os projetos selecionados serão comunicados publicamente durante o mês de dezembro de 2018. Toda a informação necessária para concorrer pode ser consultada aqui.