Saltar para o conteúdo
Content ID:

Prémio BPI "la Caixa" Capacitar

Prémio BPI

Para apoiar projetos que visem a melhoria da qualidade de vida e a inclusão social de pessoas com deficiência ou incapacidade permanente.

Prémio BPI la Caixa Capacitar 2019
 
Prémio BPI la Caixa Capacitar 2019

O BPI e a Fundação "la Caixa" lançam a 11ª edição do Prémio Capacitar, um prémio para apoiar projetos que promovam a melhoria da qualidade de vida, a ocupação e a autonomia de pessoas com deficiência ou incapacidade permanente, em situação de vulnerabilidade social.

O valor do Prémio Capacitar é de 750 mil euros e podem candidatar-se todas as instituições privadas sem fins lucrativos que apresentem projetos sólidos e inovadores nesta área.

Criado em 2010, o Prémio Capacitar atribuiu 6,125 milhões de euros a 191 projetos.

O Prémio Capacitar foi adaptado ao contexto atual, apoiando projetos que apresentem respostas concretas para acompanhar as pessoas afetadas pela crise provocada pela pandemia do Coronavírus.


Candidaturas

De 16 de abril até 8 de junho (até às 23h59).
(Alargado o prazo de candidatura face ao atual contexto de crise provocada pela pandemia do Coronavírus).

Cada entidade promotora só pode apresentar 1 candidatura por Prémio, candidaturas a 2 Prémios e só poderá ser premiada uma vez em cada edição.

Na edição 2020, são 5 os Prémios que se distinguem entre si, pelo seu âmbito de atuação - Prémio Infância, Solidário, Seniores, Capacitar e Rural.

A quem se destina

A todas as instituições privadas sem fins lucrativos, com sede ou delegação legalmente constituída em Portugal ou com núcleos com autonomia comprovada, há pelo menos um ano, com projetos que visem a melhoria da qualidade de vida e a igualdade de oportunidades de pessoas com deficiência em situação de vulnerabilidade social.

Prémio

O apoio financeiro poderá ser até 85% do custo total do projeto, com os seguintes limites máximos de comparticipação:

Apoio 1 ano 2 anos
Sem parceria 40.000€ 80.000€
Com parceria 60.000€ 120.000€

Critérios de avaliação

Todas as candidaturas serão avaliadas e selecionadas de acordo com os seguintes critérios:

  • Qualidade - tendo em conta a experiência da instituição e programação do projeto;
  • Sustentabilidade - com base na solidez económica da entidade e adequação dos recursos do projeto;
  • Relevância - tendo em conta a inovação e impacto social esperado.

Terão valorização adicional candidaturas que apresentem projetos com as seguintes caraterísticas:

  • Em parceria com uma ou mais entidades - em que a complementaridade permite otimizar os recursos do projeto;
  • De humanização da saúde - em especial projetos que promovam o apoio a cuidados paliativos, sendo esta uma das prioridades da ação da Fundação "la Caixa" em Portugal.

Ações prioritárias

São consideradas prioritárias para efeitos de seleção de candidaturas as ações que visam solução para os seguintes temas:

  • Tratar e dar qualidade de vida - promover terapias especializadas para tratar ou retardar avanços da incapacidade e promover serviços no domicílio, ações de apoio aos seus cuidadores e a humanização da saúde;
  • Ocupar em atividades produtivas - promover ações que assegurem a integração na sociedade, em empresas, em atividades socialmente úteis ou em negócios sociais;
  • Autonomia – promover a eliminação de barreiras físicas ou sensoriais, formar para a execução de tarefas do dia-a-dia, apoiar com ajudas técnicas e privilegiar residências autónomas.

Enquadramento

Os Prémios BPI "la Caixa" regem-se por um regulamento único que tem como suporte documentos de apoio à candidatura de caráter vinculativo. São 5 os Prémios, com diferentes prazos de candidatura diferentes e que se distinguem entre si, pelo seu âmbito de atuação.

Estado

Candidaturas encerradas.

Como se candidatar

As candidaturas são efetuadas on-line, em www.premiosbpilacaixa.pt, efetuando os seguintes passos:

  1. Registo prévio das entidades promotoras e entidades parceiras, submetendo um processo de acreditação. Note-se que:
    i) entidades com candidaturas anteriores, já se encontram acreditadas, devendo validar e atualizar a informação, se necessário.
    ii) entidades que se candidatam pela primeira vez em 2020, devem submeter um novo processo de acreditação.
  2. Preencher o formulário de candidatura e anexar toda a documentação necessária.

Documentação

A candidatura exige a aceitação das condições do regulamento do prémio. Antes de se candidatar consulte o regulamento e toda a documentação de apoio de carater vinculativo (informação a disponibilizar até 28 de janeiro):

Regulamento
Lista de Documentos a entregar
Guia de apoio
Perguntas Frequentes

Júri

O Júri, nomeado pelo BPI e pela Fundação "la Caixa" para os 5 Prémios, é composto pelos seguintes elementos:

  • António Barreto - Presidente do Júri
  • António Seruca Salgado
  • Carlos Farinha Rodrigues
  • Marc Simon Martinez
  • Rafael Chueca Blasco

Contactos

(disponível das 8h às 20h)
premiosbpi.lacaixa@bancobpi.pt
800 22 33 44


Projetos Premiados 2020

ADICE - Associação para o Desenvolvimento Integrado da Cidade de Ermesinde

Integrar no mercado de trabalho

  • Disponibilizar os cuidados básicos de higiene, bem-estar e saúde a pessoas com deficiência ou incapacidade, fomentando a sua integração no mercado de trabalho;
  • Criar as condições para o desenvolvimento de ações de informação/sensibilização e atendimentos individuais que visam colmatar a situação de vulnerabilidade e exclusão social.

Valongo | € 39.830

 

ADICE - Associação para o Desenvolvimento Integrado da Cidade de Ermesinde
 

Alzheimer Portugal - Delegação Norte

Apoiar Pessoas com Demência e Cuidadores Informais

  • Promover a manutenção das capacidades e da qualidade de vida de pessoas com demências e dos seus cuidadores informais;
  • Retardar a evolução da doença, contribuir para a manutenção de uma vida valorizada e para a promoção da autonomia pelo maior período possível.

Viana do Castelo | € 35.220

 

Alzheimer Portugal - Delegação Norte
 

ANPAR - Associação Nacional de Pais e Amigos Rett

Usar tecnologias para comunicar

  • Capacitar cuidadores, professores, educadores e terapeutas para que auxiliem crianças com Síndrome de Rett a comunicar através do uso de tecnologias de comunicação;
  • Facilitar a interação da criança, permitindo que comunique de forma funcional e que faça as suas próprias escolhas através de símbolos, imagens e fotos, selecionando-as com o olhar.

Seixal | € 16.580

 

ANPAR - Associação Nacional de Pais e Amigos Rett
 

APACI

Capacitar para a vida ativa

  • Fomentar a aquisição de hábitos de trabalho, através de atividades produtivas na área da lavandaria e da floricultura;
  • Oferecer apoio técnico especializado em psicologia e serviço social para apoio a pessoas com deficiência, famílias e cuidadores informais.

Barcelos | € 37.310

 

APACI
 

APATRIS 21

Reduzir a exclusão laboral

  • Treinar as competências sociais e laborais em contexto controlado e em contexto real de trabalho;
  • Potenciar a empregabilidade como exercício de cidadania, participação e igualdade de direitos de pessoas com deficiência intelectual.

Faro | € 27.680

 

APATRIS 21
 

APCAS - Associação de Paralisia Cerebral de Almada Seixal

Editar guia para cuidadores

  • Elaborar um guia de atividades não formais com todas as adaptações necessárias, para que os cuidadores saibam que atividades podem ser implementadas em casa ou ao ar livre;
  • Apoio formativo em psicomotricidade, atividades escolares, treinos de atividade física através de sessões online e presenciais.

Seixal | € 20.880

 

APCAS - Associação de Paralisia Cerebral de Almada Seixal
 

APCB - Associação de Paralisia Cerebral de Braga

Promover o desporto adaptado

  • Oferecer aulas de equitação adaptada para crianças e jovens com patologia neuro-motora e proporcionar a sua participação em provas da modalidade desportiva;
  • Promover a participação num desporto competitivo e adaptado, bem como a aprendizagem de tarefas inerentes ao cuidado com os equinos.

Braga | € 32.750

 

APCB - Associação de Paralisia Cerebral de Braga
 

APPACDM da Trofa

Dotar de conhecimentos e competências

  • Criar uma academia de culinária capacitando os utentes com conhecimentos e competências nas áreas da pastelaria;
  • Requalificar instalações já existentes de forma a criar um espaço adequado à formação, devidamente equipado, na área da pastelaria e restauração, para pessoas com deficiência mental.

Trofa | € 32.270

 

APPACDM da Trofa
 

Associação de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Vila Nova de Gaia

Prevenção do Bullying e promoção dos direitos das pessoas com deficiência intelectual

  • Intervenção direta nas escolas com sessões psico-educativas (incluindo vídeos formativos, workshops e sessões de esclarecimentos à comunidade) de prevenção e combate ao bullying e de sensibilização sobre os direitos humanos;
  • Promoção de sessões práticas de autodefesa aos jovens com deficiência mental.

Vila Nova de Gaia | € 28.210

 

Associação de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Vila Nova de Gaia
 

Artenave Atelier - Associação de Solidariedade

Promover a prática de exercício físico

  • Aquisição de equipamento para a prática de atividades físicas diversificadas;
  • Promover a prática de atividade física e participação em encontros desportivos com seniores e pessoas com deficiência como combate ao isolamento social e à dependência.

Moimenta da Beira | € 30.000

 

Artenave Atelier - Associação de Solidariedade
 

Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa

Potenciar a atividade motora no domicílio

  • Promover a atividade motora adaptada junto de pessoas com deficiência e cuidadores informais em situação de vulnerabilidade social, no seu domicílio;
  • Aliar a utilização das novas tecnologias à promoção da atividade física regular, através da realização de aulas por videoconferência.

Lisboa | € 13.820

 

Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa
 

Associação do Porto de Paralisia Cerebral

Melhorar a assistência

  • Desenvolver aplicações móveis acessíveis que facilitem o contacto entre os residentes e os auxiliares de ação direta;
  • Os residentes conseguirão enviar, de forma rápida, fácil e prática, diferentes tipos de pedidos de assistência para os auxiliares de ação direta em serviço através do smartphone, tablet ou computador.

Porto | € 25.220

 

Associação do Porto de Paralisia Cerebral
 

Associação R.INserir

Promover a inserção socioprofissional

  • Facilitar a inserção socioprofissional de pessoas com doença mental em risco de exclusão para melhorar a sua qualidade de vida;
  • Criar um programa de reabilitação cognitiva, em complementaridade com outras oficinas artísticas, para potenciar o treino de competências.

Santarém | € 28.670

 

Associação R.INserir
 

Associação Salvador

Aumentar a autonomia

  • Criar uma linha telefónica de apoio, acompanhamento e encaminhamento psicossocial para pessoas com deficiência motora;
  • Criar condições de mobilidade na habitação de pessoas com deficiência motora através da reabilitação dos espaços e/ou aquisição de novos equipamentos.

Lisboa | € 28.000

 

Associação Salvador
 

Associação Vila com Vida - a mais valia na Diferença

Criar negócio social

  • Criar uma marca própria de bolachas artesanais envolvendo jovens com perturbações ligeiras do desenvolvimento intelectual no processo de produção;
  • Promover competências em contexto real e a autonomia em atividades do dia a dia), potenciando o contacto e a proximidade com a comunidade.

Lisboa | € 27.400

 

Associação Vila com Vida - a mais valia na Diferença
 

BIPP - INCLUSÃO PARA A DEFICIÊNCIA

Potenciar a empregabilidade

  • Desenvolver atividades de formação prática e de produção agrícola biológica para jovens e adultos com deficiência intelectual;
  • Facilitar a aquisição de competências práticas com vista à empregabilidade.

Cascais | € 23.070

 

BIPP - INCLUSÃO PARA A DEFICIÊNCIA
 

CAPITI

Promover serviços de saúde

  • Disponibilizar consultas médicas e terapêuticas a crianças e jovens com perturbações do desenvolvimento e comportamento, e que pertençam a famílias carenciadas;
  • Desenvolver competências sociais, emocionais e comunicacionais que permitam interagir de modo adequado nos diferentes contextos e lidar com inúmeros desafios e situações sociais quotidianas.

Oeiras | € 27.000

 

CAPITI
 

CERCI BRAGA

Criar condições de autonomia

  • Criar uma resposta residencial que permita a adultos com deficiência intelectual ligeira terem um projeto de vida mais independente e autónomo;
  • Capacitar e formar nas áreas de gestão doméstica, sexualidade e afetos, vida saudável, lazer, mobilidade, entre outros domínios da vida diária.

Braga | € 28.260

 

CERCI BRAGA
 

CERCIPOM

Contribuir para a integração na sociedade

  • Capacitar pessoas com deficiência ou incapacidade para a empregabilidade, através da implementação de um espaço de trabalho ocupacional;
  • Ocupar com atividades produtivas e, ao mesmo tempo, contribuir para a integração na sociedade.

Pombal | € 29.890

 

CERCIPOM
 

CERCITOP, CRL

Promover a inclusão social e a empregabilidade

  • Desenvolver atividades sociais com vista ao aperfeiçoamento das capacidades e à possível integração no mercado de trabalho;
  • Oferta de ações terapêuticas que promovam competências sensoriomotoras, relacionamentos interpessoais, promoção da autoestima e bem-estar.

Sintra | € 12.600

 

CERCITOP, CRL
 

ERICEIRA Surf Clube

Surf adaptado

  • Promover a autonomia e a qualidade de vida da pessoa com deficiência através do surf e da prática de exercício físico adaptado e da educação para a saúde;
  • Integrar com uma metodologia de sensibilização e desenvolvimento de competências pessoais, sociais, profissionais e cívicas os atletas e pessoas com deficiência.

Mafra | € 6.550

 

ERICEIRA Surf Clube
 

Escola de Judo Ana Hormigo

Capacitar para a gestão no desporto adaptado

  • Fomentar a inclusão e aquisição de competências sociais de pessoas com deficiência através de aulas de judo e em ações e eventos sociais;
  • Capacitar e formar indivíduos com deficiência e outros técnicos específicos na área da gestão desportiva de judo adaptado.

Castelo Branco | € 28.510

 

Escola de Judo Ana Hormigo
 

Espaço t - Associação para o Apoio à Integração Social e Comunitária

Facilitar a inclusão socioprofissional

  • Promover a inclusão socioprofissional de pessoas com deficiência ou doença mental, através da criação e dinamização de um quiosque no jardim da Instituição, para venda de comida e bebidas;
  • Desenvolver a autonomia, competências profissionais e relacionais, facilitadoras da integração na sociedade.

Porto | € 25.020

 

Espaço t - Associação para o Apoio à Integração Social e Comunitária
 

Instituto das Irmãs Hospitaleiras - Casa de Saúde Bento Menni

Estimular a reabilitação cognitiva

  • Promover um envelhecimento ativo através da prevenção, evitando a evolução da sintomatologia do défice cognitivo ligeiro;
  • Atuação precoce através de sessões de estimulação e reabilitação cognitiva com auxílio de software especializado e de um programa de atividade física.

Guarda | € 14.100

 

Instituto das Irmãs Hospitaleiras - Casa de Saúde Bento Menni
 

Instituto das Irmãs Hospitaleiras - Casa de Saúde Câmara Pestana

Estimular as capacidades cognitivas

  • Desenvolver um espaço, aberto à comunidade, para estimular as capacidades cognitivas e as funções motoras de pessoas com deficiência;
  • Aumentar a qualidade de vida dos utentes numa perspetiva integral, com o objetivo de diminuir o impacto da deterioração cognitiva e a incapacidade funcional.

Funchal | € 30.000

 

Instituto das Irmãs Hospitaleiras - Casa de Saúde Câmara Pestana
 

Instituto das Irmãs Hospitaleiras - Centro de Reabilitação Psicopedagógica da Sagrada Família

Garantir a igualdade de oportunidades no acesso à educação e reabilitação

  • Desenvolver um espaço para intervenção especializada de pessoas com Perturbações do Espectro do Autismo e capacitação de profissionais e famílias.
  • Dar condições de acessibilidade física e digital garantindo a igualdade de acesso das pessoas assistidas à educação, reabilitação e promoção da sua autonomia e inclusão social;

Funchal | € 33.970

 

Instituto das Irmãs Hospitaleiras - Centro de Reabilitação Psicopedagógica da Sagrada Família
 

O FIO DE ARIANA-EDUCAÇÃO E TERAPIA

Promover competências socio emocionais

  • Promover competências socio-emocionais em crianças, jovens e adultos com deficiência ou incapacidade com vista a uma integração mais eficaz e adaptada na comunidade;
  • Dinamizar reuniões mensais, atividades na comunidade e uma colónia de férias anual.

Porto | € 27.190

 

O FIO DE ARIANA-EDUCAÇÃO E TERAPIA
 

Pais-em-Rede

Promover a inclusão na comunidade

  • Oferecer terapias necessárias a crianças e jovens com várias incapacidades, dinamizando igualmente atividades socialmente úteis e de ocupação dos tempos livres;
  • Criar gabinetes terapêuticos em articulação com os agrupamentos de escolas, com vista à inclusão na comunidade e à melhoria da qualidade de vida.

Lisboa | € 40.000

 

Pais-em-Rede
 
Projetos Premiados 2019
Projetos Premiados 2018
Projetos Premiados 2017
Projetos Premiados 2016
Projetos Premiados 2015
Projetos Premiados 2014
Projetos Premiados 2013
Projetos Premiados 2012
Projetos Premiados 2011
Projetos Premiados 2010