4ª edição do Prémio BPI Fundação "la Caixa" Infância

Partilhe    
1,3 milhões de euros para combater a pobreza infantil em Portugal.
24-05-2022
  • Estão abertas as candidaturas à 4ª edição do Prémio BPI Fundação "la Caixa" Infância que vai apoiar projetos que contribuam para quebrar o ciclo de pobreza, promovendo o desenvolvimento e capacitação de crianças e adolescentes e valorizando a família como eixo da ação socioeducativa.
  • Segundo o relatório “Portugal, Balanço Social 2021”, existiam mais de 330 mil crianças em situação de pobreza em 2019.
  • Desde 2010, foram realizadas 33 edições dos cinco prémios BPI Fundação "la Caixa": foram assim atribuídos cerca de 23 milhões de euros a 781 projetos para apoiar 175 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social. 

O BPI e a Fundação ”la Caixa” lançam hoje a 4ª edição do Prémio Infância, que tem como finalidade apoiar projetos que facilitem o desenvolvimento e capacitação de crianças e adolescentes e valorizam a família como eixo da ação socioeducativa, com o objetivo de romper com o círculo da pobreza.

Em 2019, 19,1% das crianças em Portugal eram pobres. São mais de 330 mil crianças (dos 0 aos 17 anos) em situação vulnerável. Os dados são do relatório “Portugal, Balanço Social 2021”, realizado no âmbito da Iniciativa para a Equidade Social, um programa plurianual estabelecido entre a Fundação ”la Caixa”, o BPI e a Nova SBE. O mesmo estudo revela que a pobreza afetava 25,5% das famílias monoparentais, que constituem o tipo de agregado com maior taxa de risco de pobreza.

Face a esse contexto, a dotação do Prémio Infância foi este ano reforçada em meio milhão de euros, para 1,3 milhões de euros, privilegiando projetos que deem respostas sociais nas seguintes linhas prioritárias:

  • Atenção à primeira infância, incluindo o desenvolvimento de competências parentais.
  • Apoio ao reforço escolar e a ações que promovam a inclusão social através do desporto, da criatividade da música e da arte.
  • Acesso a bens e serviços básicos de alimentação, saúde e higiene infantil.
  • Ações que promovam soluções integrais para crianças com múltiplos fatores de vulnerabilidade, intervenção precoce e melhoria da qualidade de vida das crianças que sofrem de doença.

As instituições privadas sem fins lucrativos podem apresentar as suas candidaturas até 27 de junho. Criado em 2019, o Prémio Infância já distinguiu 82 projetos, com 2,3 milhões de euros, tendo ajudado a melhorar a vida de mais de 16 mil pessoas.

Todas as candidaturas que cumpram os requisitos do Regulamento são objeto de avaliação técnica. As candidaturas mais pontuadas são submetidas a exame complementar por um grupo de avaliadores designados pelo BPI e pela Fundação “la Caixa”, a fim de validar a sua consistência. Por fim, a seleção dos projetos é realizada por um júri que analisa as candidaturas, as linhas prioritárias estabelecidas, a solidez e o impacto social.

Informação mais detalhada sobre o processo está disponível no site do BPI e da Fundação ”la Caixa”.

1310x685_infância2022

Investimento social previsto de 40 M.€ em 2022 (+10 M.€)

A Responsabilidade Social constitui desde sempre um eixo fundamental da identidade do BPI e do Grupo CaixaBank e tem vindo a ser reforçada em Portugal em articulação com a Fundação “la Caixa” que, em 2022, aumenta o investimento social em Portugal em 10 M.€, atingindo uma dotação anual de 40 M.€ destinados a quatro áreas de intervenção: programas sociais; cultura; investigação e inovação em saúde; educação e bolsas. Entre outros programas de apoio à Sociedade e promoção de finanças inclusivas, destacam-se os seguintes:

  • Prémios BPI Fundação ”la Caixa”, com uma dotação total de 4.6 M.€ em 2022, para apoiar projetos de instituições de solidariedade social. Desde 2010, foram realizadas 33 edições dos cinco prémios, que permitiram atribuir cerca de 23 milhões de euros a 781 projetos que contribuíram para melhorar a qualidade de vida de mais de 175 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social.
  • Iniciativa Social Descentralizada 2022 (ISD 2022) para apoiar projetos de instituições privadas ou públicas sem fins lucrativos, que sejam Clientes BPI, através das Redes Comerciais do Banco – Particulares, Empresas e Institucionais. No ano passado, a iniciativa apoiou 188 projetos sociais de âmbito local que estão a beneficiar mais de 42.000 pessoas em situação vulnerável. O programa é financiado em 1,4 milhões de euros pela Fundação ”la Caixa” e conta com a colaboração de todas as unidades comerciais do BPI.
  • Isenção de comissões de manutenção de contas para IPSS. No âmbito do seu programa de promoção de finanças inclusivas, o BPI isenta as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS)1  do pagamento de comissões de manutenção de todas as contas de depósito, incluindo as contas multiproduto. 

1 Todas as entidades com CAE das classes 87 e 88 – atividades de apoio social com ou sem alojamento, respetivamente, incluindo creches, lares, centros de dia, unidades de reinserção social, entre outras respostas sociais.